Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Pub
Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» Redescobrindo o Brasil
por Saulo wds Qui Set 21 2017, 20:07

» BOA NOVA
por Serzedo Qui Set 21 2017, 14:20

» BMW CKLT Jantar das Terças Feiras By João Luis
por Joao Luis Ter Set 19 2017, 22:42

» Uma Viagem ao Centro do Mundo...
por Joao Luis Ter Set 19 2017, 21:59

» [Notícia] Ana Carrasco é primeira mulher a vencer num Mundial
por carlos lopes Seg Set 18 2017, 21:54

» Rota dos Balcãs - 2017
por Vítor Soares Seg Set 18 2017, 13:51

» picos da europa 2017
por Carlospira Qua Set 13 2017, 21:46

» [Notícia] Federação de Motociclismo oferece árvores
por Serzedo Qua Set 13 2017, 09:40

» Casamento Nádia & Fábio
por Serzedo Ter Set 12 2017, 20:34

» No Cabo de Gata
por Saulo wds Seg Set 11 2017, 12:45

» como transportar moto do brasil para portugal
por luisfilipe Sex Set 08 2017, 22:00

» AJUDA PARA CASTANHEIRA DE PERA
por Joao Luis Sex Set 08 2017, 01:37

» Mais do mesmo... mas diferente: Tomates aos Picos!
por Joao Luis Qua Set 06 2017, 18:16

» TRAVELER´S EVENT
por mistralV104 Sex Set 01 2017, 21:26

» De Lisboa aos Picos da Europa (4 dias)
por diariodoviajante Seg Ago 28 2017, 11:53

» 4 dias por Toledo, Segóvia e Ávila
por diariodoviajante Seg Ago 28 2017, 11:50

» [Ensaio] Suzuki V-Strom 650 - 2017
por Cesar Filipe Sex Ago 25 2017, 17:03

» O Caminho de Mota para a India
por Saulo wds Qui Ago 24 2017, 12:52

» [Crónica] - N2 de Faro a Chaves em 2 dias e meio!
por nunomsp Qua Ago 23 2017, 22:30

» De Lisboa a Sagres pela Costa Vicentina
por nunomsp Qua Ago 23 2017, 22:22

» 3 dias pelo Alto Alentejo e Beira Baixa
por nunomsp Qua Ago 23 2017, 22:21

» planear viagens com o TyretoTravel
por nunomsp Qua Ago 23 2017, 22:17

» Diário do Viajante
por diariodoviajante Ter Ago 22 2017, 14:20

» Passeio a Santiago de Compostela
por Cesar Filipe Qua Ago 16 2017, 22:01

» As melhores estradas para conduzir... em Portugal!
por Saulo wds Ter Ago 15 2017, 11:29

» [Notícia] Rossi 'enxotou' ministra checa
por Serzedo Sex Ago 11 2017, 12:30

» gp. aparecida, valpaços, xassos...
por Serzedo Sex Ago 11 2017, 12:10

» SIERRA NEVADA - Las Alpujaras
por Carlospira Qui Ago 10 2017, 22:31

» Competição
por Rico Sousa Ter Ago 08 2017, 15:32

» Escócia 2017
por Swift Ter Ago 08 2017, 11:46

» [Notícia] Mig44 3.º no GP da Repúlica Checa
por Serzedo Dom Ago 06 2017, 16:36

» Viagem a Évora na nova (usada) mota
por Serzedo Qua Ago 02 2017, 14:15

» 22º Encontro Mundial dos Amigos 2CV
por Espsanto Seg Jul 31 2017, 10:31

» Rodagem dos 1000kms
por Carlospira Qua Jul 26 2017, 13:51

» [Notícia] Max Biaggi despede-se do motociclismo
por carlos lopes Ter Jul 25 2017, 21:07

» [Encontro] Porto recebe passeio de motos clássicas
por Espsanto Qui Jul 20 2017, 22:40

» GRANADA ( Al Andaluz II parte)
por nunomsp Ter Jul 18 2017, 10:50

» [Teste] Suzuki V-Strom 1000 - Fiel Companheira
por nunomsp Ter Jul 18 2017, 10:19

» Benelli trk 502 ABS
por klebsiela Qui Jul 13 2017, 07:29

» Bósnia 20 anos depois
por Carlospira Ter Jul 11 2017, 05:55

» [Notícia] Miguel Oliveira surpreendido com 3.° lugar
por Serzedo Seg Jul 10 2017, 23:51

» [Legislação] Estacionamento para pessoas com deficiência
por Serzedo Sex Jul 07 2017, 09:37

» VIAGEM PELO AL ANDALUZ
por Elisio FJR Ter Jul 04 2017, 11:55

» 2016 - Les Pyrénées e Côte d'Azur
por hugo machado Ter Jul 04 2017, 09:22

» Normandia 2013
por Serzedo Ter Jul 04 2017, 00:33

Palavras chave

marrocos  centro  Europa  Mosteiro  2014  Picos  corsega  MotoGP  yamaha_nxt  

Tempo
Al!ve FM

Quarta-feira das 21h às 24h Burn - A hora dos motards

Mapas
Flux RSS


MSN 
AOL 


Doação por Paypal

VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por JOAO5907 em Qui Jun 14 2012, 22:18

Quinta-feira, 14 de Junho de 2012VIAGEM DE MOTO PELA EUROPA - DIA 4

4º DIA
Soissons (FR) ----> Lucerna (Suiça)



Saímos de Soissons pelas 6:30 da manhã com destino a Basileia, já na Suíça.
Como habitualmente, os planos foram traçados para as estradas secundárias onde nos sentíamos muito à-vontade e onde, francamente, se rolava bem sem os custos inerentes às auto-estradas.
Regra geral, respeitámos os limites de velocidade e, onde por exemplo a vel. máxima era 100, o “cruise-control” era regulado para os 110 o que, em velocidade real, era capaz de corresponder a 105 mais coisa menos coisa … nos 80 fazia o mesmo para os 90 ...
Para Chalons-en-Champagne, pela N4, abastecimento aos 2.459 kms e prosseguimos até Nancy.

O céu estava encoberto e ameaçava chover a qualquer momento e estavam temperaturas baixas.
Por Reims, em direcção a Belfort, … e os quase 500 kms que nos separavam da Suíça estavam já quase devorados …



Algures entre Vesoul e Belfort, parámos para "abastecer"  numa roulotte e conferir rotas





Onde estivémos na cavaqueira com camionistas companheiros de estrada

... passámos perto do Euro Airport que serve as cidades de Basileia, Mulhouse e Friburgo e, pela D-419, paralela à auto-estrada que serve também a fronteira dos dois países,  e entrámos em território suíço.



Já bem perto de Belfort, quase quase na fronteira



Tinha perguntado a um francês se os preços dos combustíveis na Suíça eram mais caros do que em França pois as motos estavam quase na reserva … “C'est pareille” disse-me ele mas com cara e em tom de pouca convicção. “Bom … ó Silva, arriscamos pode ser que seja mais barato” disse eu ao que, uma vez mais, o Silva anuiu … estava sempre tudo bem para ele !!!



E às 13:22 (hora de Portugal) e com 2.881 kms percorridos, chegámos á Suiça.



Recordo o atravessar da fronteira na estreita estrada, depois de termos atravessado a pequena Bourgfelden ainda em França, tendo sido recebidos com os olhares curiosos dos 4 ou 5 guardas de fronteira suíços, talvez espantados por termos interrompido a tranquilidade daquela fronteira tão pouco concorrida, na Burgfelderstrasse já em terrenos helvéticos.
A cerca de 50 mts da fronteira um posto de abastecimento e, ao olhar para os preços, disse para o Silva:
- Ó pá … já tamos f@d€%d&s !!!!! … tás a ver o preço da “gasosa” ?
- Ó João !!! … 1.843 ????????

Bem ... a única possibilidade era voltarmos atrás mas as únicas bombas de que me recordava ter visto ainda distavam uma boa dezena de kms … abastecemos mesmo assim com cara de chateados.
Quando fui pagar com o “cartãozinho”, até o tirei da bolsa de má-vontade … o sorriso regressou quando olhei para o “talão” e gritei para o Silva que ainda abastecia:
- Ó Silva … a m€rd@ dos preços estão em Francos Suíços … isto dá mais ou menos 1,5 € o litro !!!!!

Basileia, que vimos de passagem tendo passado pelo centro dá ideia, mesmo a quem nunca por lá tenha passado, da perfeição e organização dos relógios suíços.
O trânsito circula sem pressas mas sem demoras e filas, os compridos eléctricos nos carris convivem com os outros veículos de forma pacífica e organizada, os trolleys-bus fazem a sua marcha silenciosa e limpa pela cidade, recolhendo e largando passageiros obedientes e aparentando paciência e total ausência de ansiedade.
Fico agora com a ideia, ao escrever estas “memórias” de não me lembrar dum som duma buzina … curioso …



Estávamos a quase 80 kms de Lucerna e era lá que queríamos pernoitar, … tínhamos ainda que ir encontrar onde dormir (tinha anotada a morada de 3 hotéis ) sem ter a certeza onde o poderíamos fazer.
São os riscos inerentes a estas viagens sem nada “programado” … ao final do dia é impossível não se gerar alguma ansiedade pela incerteza. No entanto, as vantagens são maiores, reconheço, em nada ter marcado.
Podemos chegar ao sítio combinado e ainda estarmos com vontade para “lhe dar mais uma centena de kms” ou, pelo contrário, “estamos fatigados e ficamos já aqui” ou ainda porque “este sítio é excelente, porque não ficar aqui já e visitar?”. Sou um adepto desta última modalidade, confesso.



Circulávamos já perto de Lucerna e bem junto ás margens do seu lago

O trânsito em Lucerna (Luzern, pois estávamos no cantão alemão da Suiça) era mais complicado,… talvez pela hora a que chegámos (meio da tarde).
Aproximámo-nos do centro da cidade percorrendo algumas localidades periféricas e, mesmo de moto, tivemos dificuldades em circular.
O Lions Lodge, para onde me dirigia, situa-se na parte histórica da cidade, onde tudo se pode visitar a pé, bem perto do lago, da estação de comboios, dos cais dos barcos, dos monumentos e igrejas.
É um hotel "rasca" onde nos fornecem os lençóis e fronhas no check-in, casas de banho ao fundo corredor, ... e caro !!!... muito frequentado por jovens em estadias curtas.



O Silva a fazer a cama !!!! ... se a esposa visse pensava que era milagre de Fátima !!!!
Depois de ter estacionado em cima do passeio (não vi local perto onde o pudesse fazer em segurança) confirmei a disponibilidade de quarto para os dois e regressei às motos dizendo ao Silva que poderíamos estacionar no “parque” do hotel que nada mais era do que uma estreita viela, onde cabiam as duas motos, com cerca de 10 mts de comprimento e que dava para uma rua lateral … bem,.. Agora as coisas vistas com calma, talvez coubesse mais outra moto …
Como tínhamos estacionado numa zona de passeio mais larga a cerca de 20 ou 30 mts do “park – viela”, quis colocara  moto a trabalhar mas … nada, nem sinal o motor de arranque deu. Mau !!!! … “bem, se calhar esqueci as luzes acesas enquanto fui fazer o check-in e a bateria foi-se” foi o que, cristãmente, pensei.

Duche tomado, toca a sair para dar uma curva mas não sem antes passar pela moto para tentar ouvir o barulho do motor e ficar tranquilo … nada de novo. Comecei a ficar preocupado. Pedi a uma jovem japonesa que estava no hotel que consultasse no seu I-Pod, I-Pad ou que raio era aquela geringonça, o endereço do concessionário BMW-Motorrad de Lucerna … Motocenter na HochdorfStrasse, 9 …
“Bem, se esta “m€rd@” não pegar amanhã, vou com o Silva lá, ou telefono, ou ligo para a assistência em viagem … espero que seja só mesmo a  bateria.” … mas já não andei descansado todo o serão.



Na praça, junto ao lago, com a catedral "dos-não-sei-quantos" ao fundo... esqueci-me de apontar que querem?
Entretanto, começámos a visitar, a pé, a parte histórica da cidade, tendo passado por um snack-bar que nos chamou a atenção pela ementa tendo ficado combinado que seria mesmo ali que jantaríamos … e porque não beber já um “caneco”? alvitrou o Silva … “é qué mesmo já a seguir” respondi eu e entrámos.

Enquanto no meu mal-amanhado alemão tentava explicar ao Silva do que eram compostas as ementas, fomos surpreendido com um “se quiser, pode pedir em português” !!!!
Ena pá … já estávamos a jogar em casa … eheheh.
A simpática Lurdes deu-nos umas dicas sobre o que comer e visitar e ficou prometida a visita para a hora de jantar.



Passeámos pelas margens do lago Lago de Lucerna conhecido também pelo Lago dos Quatro Cantões precisamente por estar rodeado pelas diferentes regiões suíças.



O Silva aqui na pose junto a um dos barcos turísticos

Com quase 40 kms de comprimento, está situado a mais de 400 mts acima do nível do mar e grande parte das suas margens são montanhas que se elevam até mais de 1500 mts acima da sua superfície.
Vários barcos, de carreira e turísticos, navegam nas àguas do lago que, nos seus pontos mais profundos atinge mais de 200 mts.







O dia estava a findar e a luz para as fotos não era já a melhor dirão os especialistas, mas eu queria mesmo era ficar com algumas para mais tarde recordar



Um dos modernos trolley-bus eléctrico que servem os transportes públicos ... por cá, creio que só a minha Coimbra ainda mantém a circular alguns ... uma pena realmente.

Passeámos pelas margens do lago, visitámos a famosa Ponte da Capela, construída em madeira em 1333 e que corta, na diagonal, o Rio Reuss, a cerca de 100 mts da parte final do lago e por onde este desagua.






Aspecto do tecto duma das suas abóbadas

Fazia parte do complexo de fortificações da cidade medieval e, nela, os soldados podiam responder aos ataques que viessem pelo lago.
Infelizmente, em 1993, um cigarro displicentemente atirado fora pegou fogo num motor a gasolina dum bote e … cerca de dois terços da original ponte foi destruída o que nunca tinha antes acontecido em mais de 700 anos.



Uma chamada de atenção para os incautos viajantes que visitam Lucerna e outras cidadades Suíças, sobre este inimigo mortal, silencioso e que ataca falsa e inesperadamente: as bicicletas.
São aos magotes e deslocam-se a velocidades supersónicas atacando em todos os lados e quando menos se espera … cuidado, muito cuidado !!!!! ... é mais provável ser-se atropelado por uma bicicleta do que por qualquer outro veículo.
Bem, depois dumas voltas a pé pela bonita parte velha da cidade, regressámos ao snack da Lurdes para jantar tendo depois novamente regressado para mais uma volta a pé pelas baixa e margens do lago onde apreciámos os lindíssimos e chiquérrimos hotéis que o circundam.





No parque, estava a actuar este suíço com um instrumento estranhíssimo de que já não me recordo o nome mas parecia aquele utensílio que nós por cá utilizamos para fazer as cataplanas. Tem um orifício no seu centro por onde o “tocador” o segura e depois, à sua volta, tem diferentes deformações côncavas que fazem os diferentes tons … aquela gaita parecia um disco voador esquisito mas os seus sons aliados à inquestionável habilidade do “músico” …
Pode parecer-vos esquisito mas, talvez por ter tido uma formação musical desde muito jovem (quem me conhece sabe que fui filarmónico na banda da minha aldeia desde muito novo) apreciei aqueles momentos com muito interesse.

Bem … mais uma passeata a pé pelo parque e, ao ver a Bahnhof iluminada disse ao Silva que seria, talvez, uma boa visita.



Não esperávamos, àquela hora, cerca das 22:00 e a uma segunda-feira, ver a estação muito movimentada como, de facto, não estava. No entanto, havia ainda bastante gente, turistas como nós de máquina fotográfica em riste e pessoas com ar mais apressado e profissional, distantes das nossas despreocupações.
Ao aproximar-nos dum quadro electrónico onde estavam várias informações que, por curiosidade quis consultar, ouvi, bem perto de mim, e em bom português:

- ca****, filho da p*** … é mesmo cabrãozão !!! Era só mais um minuto !!!

Surpreendido pelo vernáculo português numa estação de caminhos-de-ferro suíços, aproximei-me da senhora, elegantemente vestida e acompanhada duma jovem de cerca de 15 anos (que soube depois ser sua filha)  não pude deixar de perguntar:
- Boa noite, posso ajudá-la minha senhora?
- O Sr. Já viu, aquele ca**** que não esperou um minuto sequer … a minha filha já se aproximava com o bilhete e o filho da p*** … queria apanhar o comboio para Basileia … mas, espere, … o senhor é português???
- Sou sim minha senhora.
- AHAHAHAAH  … E como pretendia ajudar-me?
- Bem. Nem eu próprio sei mas, se a senhora me contar o que a aflige, talvez a ajude a encontrar uma solução… nem que seja levá-la de mota até lá … ahahahaahahah !!!!!!

Nem imaginam os risos que este fortuito e hilariante encontro nos proporcionou. Tão depressa quanto aquela personagem apareceu, tão depressa desapareceu porque, entretanto, passaram duas pessoas suas conhecidas e … “see you later aligator”.



Decidimos voltar ao hotel, regresso no qual não escondia a minha preocupação por causa do raio da moto.
Ó Silva, -disse eu- se calhar vamos tentar colocar a moto a trabalhar de empurrão … que dizes? ... aproveita-se agora a ausência de trânsito, o facto da rua ser inclinada …
Quando chegámos á viela, a saída das motos, para a rua lateral onde queríamos fazer a experiência, estava barrada por uma viatura lá estacionada … que m€rd@ !!!!
Entretanto, disse ao Silva:
- Queres ver pá ?... ligo a chave, faz o check habitual, … tudo bem … carrego no botão de pôr a trabalhar e … nem sinal de vida … deve ser mesmo a bateria.
- Ora experimenta lá outra vez João.
….
- Olha lá João, não deve ser da bateria porque as luzes não dão sequer sinal de enfraquecer quando ligas o botão de arranque … deve ser outra coisa qualquer.
- Só me faltava mais isso pá … ainda deve ser uma peça electrónica esquisita que vai demorar uma semana a cá chegar e … foram-se as férias !!!! ….. dassseee…
- Vê lá bem se não é práí um botão qualquer que não esteja bem …






E era este fdp de botão que estava desligado !!!!!

- Cum catano ó Silva !!!!! …. É o interruptor de segurança do arranque que está na posição desligado … Ganda Nabo... Burro !!!




Já fui dormir muito mais descansado … no dia seguinte seria a travessia dos Alpes para Itália.
Boa noite ... até amanhã

________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por atikman em Qui Jun 14 2012, 22:48

Porra, ó João, se te pudesse dar 2 Mérito já lá os tinhas... Laughing

Já me ri sozinho... Laughing

Rui

________________________


Atikman
avatar
atikman
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

VOLTA DE 2012 - 5º DIA

Mensagem por JOAO5907 em Sex Jun 15 2012, 20:10

5º DIA

Lucerna (Suiça) ----> Alassio (Itália)




Pusémo-nos em cima das motos eram cerca de 7:30, hora suiça depois dum pequeno almoço tomado numa bonita pastelaria perto do hotel ...
Uma confusão com o raio do pagamento que nem vos conto ... ou melhor, vou-vos contar.



Não tínhamos feito qualquer levantamento em francos Suiços pois utilizávamos o cartão de crédito e no "snack-bar da Lurdes" não nos tinham levantado problemas em receber euros... pensámos que seria assim em todo o lado.

Quando fui para pagar a conta eram 12 CHF e qualquer coisa mas não aceitaram o kredit karte por o valor ser inferior a 25 CHF ...
Propus o pagamento em € que aceitaram, mas a calculadora para fazer o câmbio, teimosamente, não acertava nenhuma das contas que a senhora tentava realizar ...

Paguei com uma nota de 20 € mas deram-me o troco em CHF ...
Disse que não queria o troco em CHF pois ia para Itália e ... blá blá blá ...
Respondeu a empregada da pastelaria que tinha que ser assim porque ...


- o meu alemão já se começava a revelar insuficiente para tanta confusão mas, mesmo assim, ainda tentei mais uma negociação -


Pedi-lhe a nota de 20 e propus pagar-lhe com uma nota de 10 mais umas moedas que tinha no bolso e que, teoricamente, seriam equivalentes aos cerca de 12 CHF e qualquer coisa ....
Que não podia ser assim ... que não podia ter € em moedas, só em notas, ... porque o banco (sempre os esquisitos dos bancos a causar problemas ...) patati patatá ...


Já não conseguia exprimir o desconforto em alemão e saiu-me um "ó Silva, já viste que confusão de m€rd@ aqui está? fónix "...


Então não é que aparece, lá da cozinha, o Rui Fernandes, conterrâneo de Guimarães e que conseguiu um "armistício" !!!! ... ufa !!!!
Explicou á senhora qualquer coisa em alemão que não percebi ... depois explicou-me em português qualquer coisa que nem eu nem ela percebemos mas, finalmente, acabei por sair da pastelaria sem os 20,00 e com 5 CHF no bolso ...


Ainda hoje tenho a estranha sensação de que fui "comido" mas ... adiante.


E vamos ao que interessa, que é a viagem.



Tinha combinado com o Silva que hoje seria um dia importante pois iríamos atravessar a fronteira para a Itália pelo Passo do Simplon.

Convém aqui esclarecer de uma vez por todas que não podia confiar no mapa do Silva porque era de "1900 e trócópasso" e também não confiava no GPS que me tinha sido actualizado pelo Zé "Ronaldinho" Campos que só Deus sabia por onde me tinha feito andar por terras da Bretanha ... portanto, a viagem foi um misto de 4 sistemas de navegação:
O mapa desactualizado, o GPS desconfiado, o Silva desconcertado e o meu instinto avariado.





Paisagens maravilhosas de verde ...

Saíamos de Lucerna em direcção a Andermatt, seguindo depois para Brig-Glis e, finalmente a Itália.... pensava eu ... e foi o que fizémos ... andámos cerca de 120 kms por bonitas estradas de montanha, verdes encostas, picos brancos de neve e lagos espelhados e tranquilos ... até que, por mero acaso, reparei numa placa com o nome de alguns dos "passos" mais conhecidos informando "fermé", "closed", "geschlossen" ...

Fizémos kms de estrada maravilhosa ..
estava deliciado com a estrada e as paisagens daquelas montanhas

- Eia cum catano ó Silva ... já viste esta porra ? E agora? O único passo que está aberto, por causa da neve, é o de San Gothard.
Voltámos para Andermatt e, como qualquer desfavorecido mortal , tivémos mesmo que atravessar a fronteira em San Gothard ... pelo túnel ... raios !!!!



Não sem antes nos termos perdido porque o raio do GPS entendeu recalcular e recalcular e recalcular ... e já tinha dado 3 voltas á rotunda quando uma carrinha cheia de portugueses parou atràs de mim e perguntou se precisávamos de ajuda ...

- Claro que não pessoal ... gosto deste piso que os suiços põem nas rotundas .. é um espectáculo dar estas curvas ... se não fosse o trânsito dava para deitar o joelho ... daaassseeee......

Bem, lá me deram umas indicações e ficou prometido que, quando estivesse perto de casa, o GPS iria mergulhar num rio qualquer para aprender a fazer cálculos submarinos.

Bem... já chega de desgraças ... por agora pelo menos.

Ah ... mas ainda tinha a preocupação do que fazer aos 5 CHF que trazia no bolso ... parei numa pequena localidade e dirigi-me a uma padaria e disse o melhor que consegui no meu alemão: "Ich wünsche 5 CHF brot bitte !!!"
Quando a menina me começa a pôr pão dentro dum saco percebi que, afinal, na Suiça, o pão é ainda barato ... e disse-lhe que, afinal, 3 CHF de pão seriam suficientes ... ainda ontem ao meu pequeno-almoço tinha torradas de pão suiço ... grhgrhgrhgrhgrh .... e ainda guardo no porta-moedas a "malvada" de 2 CHF.








Depois de atravessar o 3º maior túnel rodoviário do mundo, com mais de 16 kms de trajecto, "desembocámos" em Itália .. e agora?... que fazer?.

Parámos para tomar decisões pois o mapa de França do Silva tinha apenas um bocadinho da Itália, não tínhamos mapa da Itália e eu e o GPS estávamos de relações cortadas.

Decidimos, mesmo assim, arriscar no GPS e fiz-lhe o "input" SanRemo por estradas secundárias... calculou, calculou, calculou, ... fez a prova dos nove e ... voilá... rota traçada.

- Silva, vamos por aqui - disse eu eu tom determinado.

Como habitualmente, o Silva sempre com algo para dizer:

- Tu é que sabes João !!!

... como eu gosto de andar com pessoal assim, que não questiona ... ehehehehe

E recomeçámos a viagem, deixando a AE e indo por uma "nacional" logo que o GPS assim o indicou.
Apesar de estranhar a quase total ausência de trânsito e o meu instinto me dizer que estávamos a voltar atrás, dei o beneficio da dúvida ao GPS, esse meu confiável parceiro de viagem.

Só tive a certeza que estava de novo na Suiça quando comecei a ver castelos nas montanhas com bandeiras suiças !!!! fod@-se !!!!!!! .. mas que me*** é esta ó Silva? ... já viste onde estamos? .. viste por acaso o que diziam aquelas placas ali atrás?.

- Ó João, não, não vi ... sabes, venho atrás de ti e não me procupo com isso !!!

Só não chorei porque estava calor e eu, transpirado, já tinha secado o depósito das lágrimas .... cum ganda catano !!!!

Bem ... nos próximos 100 kms não há nada para contar ... foi um despique entre mim e o motor da minha KLT a ver quem praguejava mais.

PS: hoje, com mais calma, reconheço que o GPS estava certo ... era mais perto chegar a Sanremo voltando por território Suiço do que pela Itália

Decidimos ir à procura da Auto-Estrada para Milão e, se não nos conseguíssemos orientar para encontrar o caminho de regresso, bastaria descer até Génova e vir pelo litoral até Vila real de Santo António e, aí, já estávamos a "jogar em casa" ....

Passada a cidade de Milão, com uma paragem numa área de serviço em que, em boa hora, pedi conselho a um prestável italiano sobre a AE a escolher, tendo ele informado para não ir por Torino, pois apesar duns kms mais perto, a AE para Génova era mais larga, melhor piso, ... fizémos então a A7 em direcção a Génova e, já lá bem perto, tomaríamos a A-26 para Savona ...

Com bastante calor (mais de 30 º) percorremos os cerca de 170 kms de AE sem problemas ...
Mais uma paragem numa àrea de serviço, em CasteloNuovo, quase deserta àquela hora da tarde, em que estacionámos ao lado duma Hayabusa de matrícula finlandesa ..."olha, mais um maluco ó Silva" - referi eu apontando para a moto.
Entretanto chega o casal que nela se transportava e, já sabem como é o pessoal das motos, conversa, léria, .."donde é que vens, para onde vais, blá blá blá...".




O nosso amigo PENTTI KOISTINEN e a mulher TARJA vinham da Finlândia, em direcção a Génova, querendo depois ir visitar o sul de França, tal como nós.
Mais umas lérias, votos de "have a nice trip, enjoy your-selves ... maybe we'll see there ..." e cada um foi á sua vida.

Mais a sul, como previsto, saímos da A-7 para a A-26, já bem perto do mediterrâneo, tendo deixado a AE a cerca de 100 kms de Sanremo ...
Estrada junto ao mar apinhada de trânsito, rotundas, controlos de velocidade com inúmeras "patrulhas", passadeiras, ... ao jantar ainda via a toalha da mesa às riscas !!!! .. ah, e a faixa mais movimentada é a do meio, quer seja traço contínuo ou descontínuo ... anda mais trânsito por aí do que pelas faixas de circulação ... parecem ratos aqueles tipos das scooter's !!!! ... se estava a preparar-me para uma ultrapassagem na fila, num abrir e fechar de olhos passavam mais de 30 pela minha esquerda ...




E chegámos finalmente ao litoral italiano ...

Resolvemos não ir até Sanremo e ficar por ali ... na bonita localidade de Alassio, com praias elegantes e concorridas, com viva vida nocturna ...




Depois de 2 ou 3 tentativas de negociação de preço, acabámos por "assentar" no Hotel Badano, mesmo junto à praia e que deve ter sido, há 50 anos, um dos hotéis mais chiques daquela região.



Madeiras nobres, fachada bonita e bem inserida na rua pedonal em que se localizava, restaurante panorâmico ...




O que se avistava da janela do restaurante
Era um hotel relativamente pequeno com cerca de 20 quartos e de gestão familiar. O dono estava na recepção, a esposa tomava conta da sala de refeições e as filhas ajudavam a servir, ... gente simpática, "italianos veros" com quem conversámos bastante.



Rua do "nosso" hotel

Resolvemos jantar lá ao ver que, na ementa, havia para além das evidentes "pastas" um prato de peixe no forno com que nos deliciámos ... ao fim de 5 dias de viagem tinha, finalmente, uma refeição de humanos.




O peixinho no forno com batatas ...




Fiquei a saber que aquela zona é a preferida por Suiços e Alemães, quer pelo relativo baixo custo de vida face ao dos seus países, quer por serem as praias mais perto. E, de facto, muitos dos turistas que por ali se passeavam eram destas nacionalidades ... para além de "dois pés-rapados" portugueses !!!!

Na vila de Alassio, há um curioso muro, na praça principal, o Muretto di Alassio, que tem este aspecto ... está completamente "forrado" a peças cerâmicas com dedicatórias, pagamentos de promessas, desejos, votos, ... muito curioso






Depois duma prolongada volta a pé pela simpática e bonita localidade, junto à praia, às esplanadas, e a ver as mães italianas a passearem os seus bébés em extraordinários e lindíssimos carrinhos que com muito interesse admirámos pela perfeição da sua construção (peço desculpa mas não me lembro das marcas respectivas ...), fomos deitar-nos pois, pelo menos eu, estava cansado pela noite mal dormida no já famoso Lions Lodge de Lucerna ... em que contei toda a gente que subia da rangedoura escada de madeira com mais de dois séculos.





E estávamos com 3.587 kms de viagem nestes 5 dias.

Boa noite ... amanhã há mais sobre o 6º dia.

Todas as fotos e vídeos em: http://blogue-do-joao5907.blogspot.pt/2012/06/viagem-de-moto-pela-europa-dia-5.html


Última edição por JOAO5907 em Sab Jun 16 2012, 00:45, editado 1 vez(es)

________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por Zecacbr em Sex Jun 15 2012, 22:36

Joãos boas!

Espectaculo, estou a adorar!
Saia mais um big Mérito


Abraço e boas curvas!
avatar
Zecacbr
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por atikman em Sab Jun 16 2012, 09:05

Este homem devia ganhar a medalha de Mérito do Bom Cronista!!! Vénia Fixe

Rui

________________________


Atikman
avatar
atikman
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

VOLTA DE 2012 - 6º DIA

Mensagem por JOAO5907 em Dom Jun 17 2012, 00:26

VIAGEM DE MOTO PELA EUROPA - DIA 6
6º DIA

ALASSIO (Itália) -----> SAINT RAPHAEL (França)


Bom dia .... uaahhhhhhhhhh


O sono tinha sido repousante ... a cama era boa, o hotel sossegado e ... tava a precisar assim duma noite bem dormida.


Tanto assim foi que, "à burguesa" levantámo-nos mais tarde do que era costume e, depois dum excelente pequeno-almoço, saímos de Alassio eram já 9:00, tardíssimo para o que, até ali, era habitual.





O destino era o Mónaco e os cerca de 120 kms que, entretanto, nos separavam, iriam ser feitos de novo pela famosa Via Aurélia, estrada de costa que os romanos construiram há muitos séculos atràs. Trata-se hoje em dia duma estrada obviamente mais movimentada mas duma beleza que só as imagens, das fotos e vídeos, podem explicar ... dos melhores momentos desta viagem.

Não podíamos perder muito tempo pois tínhamos lido que a princesa tomava banho às 11:00 e não queríamos perder o momento ... por isso disse ao Silva que não se atrasasse para não se afastar de mim.





Em direcção a Impéria, conhecida localidade turistica do sul de Itália ... e já quase a chegar a Sanremo.



Em Sanremo, uma confusão de trânsito ... talvez fosse dia de feira ou de mercado, ... sei lá .... só sei que, mesmo de moto, era quase impossível andar.





Em Sanremo, parei e perguntei a uma italiana (sempre às senhoras ... porque será perguntam vocês? ... porque são mais prestáveis do que os homens sem dúvida ... ):

-Bongiorno signora. Il palazzo dei festival de Cinema?
- Non so ... qui lo festival de piccolos cantante.

- ... dassseee ... pois era ... o festival de cinema é em Cannes ... cum catano, que figura de estúpido eu fiz ... ainda bem que o Silva nem se apercebeu apesar de me ter perguntado, quando parámos junto ao mercado o que é que eu queria saber junto da madame ...

Bem... adiante e não se fala mais nisso.




Procurámos sair de San Remo onde as ruas eram assim ... logo a seguir uma rotunda, .. passo eu, .. o Silva fica para trás, ... avanço até à próxima rotunda e nem sinal do Silva !!!!.... fod@-se ... parece impossível !!! a meia dúzia de metros atrás de mim e já desapareceu ....


Páro, encosto, espero uns minutos ... pego no telemóvel, ligo ... nada ... de repente, vejo-o passar na rotunda seguinte, virando para a esquerda com grande entusiasmo, (felizmente o sentido que tínhamos que seguir ...) e "arranco" atrás dele.


- Ó Silva, tudo bem?
- Eh pá .. nem reparei que te tinha ultrapassado !!!! ...


Só me apeteceu bater-lhe !!!!


NOTA: à noite viu a minha chamada no telemóvel e perguntou-me:
Ó João .... ligaste-me? ... só a mim !!!!!


De novo na Via Aurélia que, em boa verdade não tínhamos deixado pois ela cruza todas as cidades, vilas e aldeias pela costa, em direcção à fronteira.





E fomos andando, desfrutando das paisagens e numa estrada que não dava grandes possibilidades a ninguém de se perder...


A viagem até ao Mónaco foi feita sem "percalços", nem meus nem do Silva (isto um dia tinha que melhorar não acham?)





Ah ... ainda não vos tinha falado no meu Kit BMW de GPS ... tive que o mandar vir da Alemanha de propósito para esta viagem ...






Como podem ver, material exclusivo para as LT's .. uma tomada de isqueiro das autocaravanas, fita isoladora para manter o fio preso á moto e o GPS seguro com uma fita de velcro ...
O próprio GPS era um pequeno Ndrive G280 ...acho que é isso ... com um miserável processador, lento, lento .... ao deitar-me punha-o a calcular a rota do dia seguinte e ás vezes ainda era preciso esperar !!!!


E perguntam vocês: Ó João Rui mas esse GPS não é impermeável !!!!
Pois não - respondo eu - olha que novidade !!! Mas tenho uma luva cirúrgica que lhe ponho se chover .... toma !!!!!!


Bem, deixemo-nos de pormenores e continuemos na viagem pois estávamos a chegar a França.




Estive mais de 15 minutos à espera que alguém passasse para me tirar esta foto ... o Silva estava ainda um pouco longe de mim e não passava ninguém ... fui a um quintal onde decorriam umas obras e "roubei" umas tábuas, ... fiz um "andaime" e saiu isto ... mesmo assim, não foi mau.

E por fim o Mónaco !!!!



Começámos a descer para a cidade, com imensos turistas e fomos seguindo a direcção "porto" e "palácio". Parámos num semáforo e, como que saindo do nada, uma Hayabusa de matrícula finlandesa !!!! ... eram os nossos amigos PENTTI KOISTINEN E TARJA de novo ... que pontaria !!!!
Se tívéssemos combinado encontrar-nos naquele local áquela hora, algum de nós chegaria atrasado ... que coincidência feliz.

Tirámos os capacetes, rimo-nos a bandeiras despregadas e só alguns momentos depois nos apercebemos que o sinal já estava verde há algum tempo e ninguém, excepto nós, estava a achar piada ao fortuito acontecimento.

Ele segui-nos até à praça do casino, onde descemos para umas fotos ...


Nesta praça do casino, estavam estacionados vários carros de altíssima gama, guardados por homens de impecáveis fatos e postura, com auriculares nos ouvidos ... até pensei que eram seguranças do governo ou coisa assim parecida mas não ... quando as velhas saíam do casino é que eu fiquei a saber que eram os motoristas ... ehehehehhe.






Nesta foto, em frente ao casino do Mónaco, vê-se o Silva
e o "amigo" finlandês em segundo plano.


Bem, e com todas estas peripécias, falhámos a hora do banho da princesa ... o 1º dos grandes objectivos da visita ao Mónaco estava falhado.

Mesmo assim, não desanimámos e prosseguimos, percorrendo parte do trajecto do Grand Prix de Formula 1 ...











Continuámos para visitar a Vieille Ville e o palácio dos princípes ... embora, como disse, com a hora do banho já passada ... isto ficou-me atravessado o resto da viagem.
Mas antes de lá chegar e porque tinha momentâneamente deixado de ver indicações para a sua direcção, encostei e perguntei no mais requintado francês:
"Bonjour madame, ... pour le palais du principauté s'il vous plait"
"Monsieur, vouz deves aller lá bas,.. tourner à gauche pour monter la hâut ... vouz ne pouvez pas aller lá, la circulation n'est pas autorizé ... mais il y a un parking gratuite pour les motos"
"Oh ... merci bien madame ... merci beaucoup"
" Escusez-moi monsieur ... parlais vouz portugais ?"
"Oui bien sur ... je suis portugais"
"Bon ... et porquoi sommes nous a parler francais?.. je suis portugais aussi".


isto há cada uma !!!! ... hoje era dia de fazer figura de parvo tá-se mesmo a ver










Do banho da princesa nem sinais .... acho que era com espuma daquelas que ... bem, isso agora não interessa para nada.






Entretanto, separámo-nos dos amigos finlandeses que até ali tinham feito a visita connosco, desejando-lhes boa viagem e quem sabe, um destes dias nos encontramos no Nordkapp ... só vou se o Silva quiser ir ... ehehehhe


Regressámos à baixa da cidade porque queria fazer o percurso do grande prémio de formula 1 e já tinha dito isso ao Silva ... só que falhei uma saída e, quando dei por ela, fiz-lhe sinal que tínhamos que voltar para trás ... o que fiz logo ali, ao cimo duma subida, fazendo inversão de marcha ... era capaz de jurar que não está lá nenhum traço contínuo mas o Silva e a policia disseram que sim !!!!.


Eu desenrasquei-me e desci a avenida enquanto a senhora policia perguntava ao Silva:
- O Sr. não está a pensar fazer o mesmo que o seu colega pois não?
- Huuummm ... bem, eu...
- Pois, é melhor que não faça senão são 50,00 € ,,, vá lá acima dar a volta sff e avise o seu colega que se o apanho ...


Nunca mais o vi e só soube dele quando, talvez 20 mts depois me liga a dizer:
- Ó João, estou na direcção da auto-estrada para Nice numas bombas de gasolina !!!
- Ó Silva, não te atrapalhes que eu estou aqui ao pé dos barcos a escolher um, vou fazer o túnel do percurso da formula 1 e já vou ter contigo.





Não dá para ver bem na foto mas este barco está registado na Madeira


Bem, e depois de fazer o tunel, estava na hora de ir procurar o Silva ...
Lá o encontrei nas bombas de gasolina á saída do Mónaco, á conversa com dois policias de moto ...



Nas bombas, a estação de lavagem dos carros era assim ... quando fui pagar o abastecimento da moto o sujeito ainda me perguntou se eu queria lavar a moto ...
Respondi-lhe que eu precisava mais que ela ... eheheheh ...



E daí prosseguimos até Saint Raphael para casa do irmão do Silva que nos esperava. A partir dali foi o Silva o leader, limitando-me eu a segui-lo ...
Ó João .. isto está tudo mudado !!!! ... dizia ele quando passávamos a segunda vez pela mesma rua ou rotunda... eheheheheheh


E talvez fossem cerca das 19:30 quando chegámos a casa do Sr. Manuel,irmão do Silva, onde jantámos e pernoitámos.
Fomos explêndidamente recebidos por ele e pela Annie, sua esposa, vendo-se ainda nesta foto a sua nora Tatiana.
Um jantar soberbo, bem regado a vinho tinto que fez com que, de noite, tivesse alguns problemas em "dar" com a casa-de-banho.



Estava deitado e via o quarto á roda ... levantei-me cuidadosamente e, quando a porta da casa-de-banho passava, tentava lá entrar mas a coisa estava difícil .. só mesmo à 4ª ou 5ª tentativa consegui.
Depois o voltar para a cama foi um problema idêntico ... pus-me à porta da casa-de-banho e, quando a cama passou ... atirei-me.
Noite difícil e complicada meus amigos.

Bom ... por hoje chega, amanhã voltarei aqui para contar como foi o 7º dia.

Tudo, fotos e videos em: http://blogue-do-joao5907.blogspot.pt/2012/06/viagem-de-moto-pela-europa-dia-6.html

________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por rjvieira em Dom Jun 17 2012, 03:35

eheheh excelente Palmas essa do botão de corte do motor também já me aconteceu Very Happy

Mais um Mérito

Um abraço.

________________________

Spritmonitor.de As minhas Viagens de Mota / As Minhas Fotografias
avatar
rjvieira
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://ricardovieirafotos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por rjvieira em Dom Jun 17 2012, 03:49

Muito bom... o que eu já me ri com a crónica Very Happy

Fico a aguardar o resto.

Mais um Mérito

Um abraço.

________________________

Spritmonitor.de As minhas Viagens de Mota / As Minhas Fotografias
avatar
rjvieira
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://ricardovieirafotos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por rjvieira em Dom Jun 17 2012, 04:07

Muito bem relatado. Excelente.

Mais um Mérito

Um abraço.

________________________

Spritmonitor.de As minhas Viagens de Mota / As Minhas Fotografias
avatar
rjvieira
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://ricardovieirafotos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por zephex em Dom Jun 17 2012, 11:48

Excelente crónica João !! estou a adorar!! cheers

Aqui vai +1 Mérito .

Cumps.
José Paulo
avatar
zephex
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por Zecacbr em Dom Jun 17 2012, 17:04

Joaão boas!

Spectacle, obtenir un grand mérite Mérito **

Abraço e boa continuação. Excelente relato

** Claro que foi traduzido pelo Dr: Goolgle Tradutor!
avatar
Zecacbr
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por atikman em Dom Jun 17 2012, 22:51

Não, a sério, este homem dá-lhe... e o Silva também! Laughing Fixe

Rui

________________________


Atikman
avatar
atikman
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por Elisio FJR em Seg Jun 18 2012, 19:27

Caro João5907,

O que te tenho a dizer é que esta tua crónica está INDECENTEMENTE DELICIOSA!!! Até o sal está no point!!!

Claro que foi mais 1 M!!!

________________________
MY LIFE IS A HELL!!!
avatar
Elisio FJR
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

VOLTA DE 2012 - 7º DIA

Mensagem por JOAO5907 em Seg Jun 18 2012, 22:56

Segunda-feira, 18 de Junho de 2012VIAGEM DE MOTO PELA EUROPA - DIA 7
DIA 7

Saint Tropez ----> Montpellier


Acordei eram já cerca das 9:00 ... o quarto estava já parado e a cabeça estava boa mas tinha um gosto esquisito na boca ... pensei que lavando e esfregando com pasta dentifrica ficaria com ela mais fresca e um hálito que permitisse socializar ...
Só passou com o pequeno-almoço "à tromba estendida" com que a Annie nos surpreendeu logo de manhã.





O Manuel, irmão do Silva, fez questão de nos ir mostrar Muy, vila perto da sua residência e a casa em construção de seu filho, numa propriedade com muuuitos metros quadrados e com um bosque frondosíssimo.


Como não estávamos pressionados com horários pois, recordo, a nossa próxima paragem seria em Saint Tropez para visitar os familiares do Silva, eram já cerca de 11 horas quando nos despedimos e " metemos pés ao caminho" ... ou melhor, pneus ao caminho, para fazer os quase 90 kms que ainda nos separavam.


E, uma vez mais por estradas secundárias, fomos aproximando-nos de novo do litoral.





Estradas com bom piso, pouco frequentadas e com belíssimas paisagens. À medida que nos íamos aproximando do mar, o verde das encostas era salpicado pelo "rosa" das villas aí implantadas.





Deixámos a estrada interior com algum relevo geológico, que é outra forma de dizer que tinha uns montes e vales com muitas curvas que deram um gozo do caraças fazer, para regressar ao litoral e passámos na "praia do Silva", Les Issambres.
Disse-me ele que, quando trabalhou em França era para aqui que vinha apanhar sol e dar umas braçadas e ver a ultima moda de fatos-de-banho ... ah pois, quem não o conhecer que o compre !!!!!




Também por aqui se vêm reminiscências da época da II Grande Guerra.
Nesta localidade (já não me lembro do nome ... não tomei as gotas de manhã e ...) mais um monumento a lembrá-lo.








Eu faço cada maluqueira ... ainda deviam ser "restos" dos abusos do anterior serão ...






Estávamos já bem perto de Saint Tropez.
Confesso que tinha expectativas muito elevadas em relação a esta localidade ... apesar de não terem sido defraudadas não fiquei muito extasiado.


Trata-se duma pequena vila com uma marina, uma parte velha (A Cidadela) com ruínas de uma fortificação medieval muito comum naquela zona, uma "baixa" muito frequentada por turistas e residentes que conferem ao espaço algum glamour, ... mas nada de especial, pelo menos para mim que estava à espera de me cruzar, em cada esquina e até dar mesmo um valente encontrão ou uma "carga-de-ombros" numa conhecida figura do cinema, da TV, ... nem o Zé Cabra por lá vi !!!!





Há um barco que faz um percurso pela costa para ver as casas das celebridades mas eu sempre pensei que as madames fossem ali de manhã à padaria, ao mercado, ... que parassem num cafézinho, ... nada !!!!
Por isso, decidi ir dar uma "vista-de-olhos" aos barcos ... quem me conhece sabe que sou um apaixonado por barcos,... lembro-me, mesmo em bébé, que já tinha um pequeno barco com que brincava enquanto tomava banho ... infelizmente, nunca mais fui proprietário de nenhum ... mas gosto, ai gosto gosto ...








Estão a ver este modelo de barco ? ... com almofadas e tudo ....

Bem ... no próximo fim-de-semana há festa da catequese e aproveito faço uma "limpeza" á minha alma bem suja ... ehehhehe








Para terem uma ideia do que é Saint Tropez ... ficaram a perceber?

Deixámos as motos no cais e démos uma voltinha a pé pela "baixa".
Em visita ao pequeno mercado, quis conferir os preços ...




E não tinha aspecto nenhum de jeito ... bah !!!









Ao alcance de qualquer bolsa ... desde que se seja rico.. eheheheh





Fomos à pastelaria onde o Sr. Rui Pereira, cunhado do Silva ainda faz uns biscates (está reformado desdo o ano passado) para combinar o almocinho.
O Sr. Rui Pereira, é o "chef patissier et chef glassier" da mundialmente conhecida pastelaria Senequier.
"ò João - dizia-me o Silva- quando trouxe o meu cunhado para trabalhar comigo há 40 anos nem massa de cimento sabia fazer ... agora faz pastéis e gelados ... vê lá como são as coisas" ....
Pois é verdade, o Sr. Rui Pereira, apesar de reformado, continua a supervisionar o funcionamento da pastelaria ... disse-me que começou ali a lavar tabuleiros ... ao fim de alguns anos era ajudante de pasteleiro ... e assim por diante.

Almoço agendada para as 13:00 o que deu tempo para uma breve visita a outros dois cunhados do Silva em Ramatuelle, a cerca de 10 kms ...

O almoço em casa do Sr. Rui Pereira e esposa D. Ausenda, não é próprio para quem anda de moto ... a barriga começa a "fazer-se" ao depósito e depois, se algum dia precisarmos de colocar lá um saco, não há espaço, ... eheheh



Ratatuie e galinha ... era a ementa. Curioso, pensei que ratatuie fosse qualquer coisa dos desenhos animados ... mas afinal é uma "mixórdia" de vegetais ... bem, está-se sempre a aprender.









Algumas das criações que constavam para sobremesa ... até é pena estragar !!!


Apesar de mesmo em Saint Tropez não haver praia, há, no entanto, algumas bem bonitas que, apesar de constarem nos guias turísticos como Saint Tropez situam-se a alguns kilómetros ainda.

E depois de nos despedirmos daquela simpática gente, fomos fazer uma visitinha a uma das praias ...




Nada de especial ... é como cá ... sol, areia, ... deve haver uns tipos a vender bolas de Berlim e gelados embora não os tivesse visto ...










E começámos a pensar em nos pôr a andar ... queríamos ir pernoitar a Montpellier e ainda eram quase 300 kms.


Fomos por uma bonita estrada "D", serpenteando por belíssimos montes e vales, não muito elevados mas uma paisagem que me fez lembrar a Serra do Caldeirão .. só que verde e com muitas vinhas, afinal, estávamos numa das mais produtoras regiões de vinho francês, a Champagne ... se o o que vi no google está certo !!!!






Depois pela N 7, por Marselha, Aix-en-provence, Airles, ... e por fim Montpellier onde chegámos já ao final do dia. Um trânsito terrível ... a principal saída da Auto-Estrada para a cidade estava com cerca de 5 kms de fila !!! ... ainda bem que o GPS me mandou para outra saída e, pensei eu, mesmo que me estivesse novamente a "dar música" seria certamente melhor que aquela.


Pois bem, eram horas de procurar o hotel ... tinha anotado a morada de dois F1 em Montpellier e, à sorte, escolhi uma, sem saber qual delas era a mais distante ... recordo que era qualquer coisa como "Route des Palavas" e, embora eu tivesse o nº de porta, o GPS dizia-me que, para aquela rua, não havia números ... ok, pensei eu, não há-de ser difícil ver o "reclame" do hotel ...
Só que Route des palavas é a estrada que liga Montpellier a Palavas-les-Flots que são 14 kms !!!!!! .... fónix !!!!
- Ó Silva, já viste esta m€rd@ ? ... os franceses arranjam cada embrulhada com os endereços !!!!


Tentei com o codigo postal 34970 Lattes ... ele perguntou-me se era um tal "Chemin de St. Hubert" .. e eu, "olha, que se f*** e deixei-me dirigir por ele.
Surpresa das surpresas ... não é que ele me levou ao hotel F1? ... lotado.


Felizmente que ao lado havia um outro, duma cadeia parecida, "Premiére Classe", um pouco mais caro mas com WC no quarto, pequeno luxo a que já nem estávamos habituados.


E ali ficámos, não indo sair para a cidade pois tínhamos trazido de casa dos cunhados do Silva a "marmita" cheia ... e foi o nosso jantar.




Que partilhámos com uns portugueses, de Paris, que estavam a fazer uns trabalhos em Montpellier.









Aqui com os nossos amigos óscar, Didier Gousson e Eduardo Ferreira que,na sua fourgonette tinham um frigo com cerveja e whisky... uau !!!!

Depois dos copos e das lérias, finalmente fomos descansar o cadáver com 4.209 kms já em cima.

Boa noite, até amanhã, para o 8º dia.

Fotos, vídeos e tudo o mais em: http://blogue-do-joao5907.blogspot.pt/2012/06/viagem-de-moto-pela-europa-dia-7.html

________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por atikman em Seg Jun 18 2012, 23:39

Porra, ó João, mas vocês desencantam portugueses em todo o lado??? Vai lá vai! Laughing Fixe

Com que então teleobjectiva... Eheheh

Rui
avatar
atikman
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por rjvieira em Seg Jun 18 2012, 23:40

Excelente... mais um Mérito

Eu já estive no F1 em Montpellier e tinha outro ao lado... se calhar era o mesmo Very Happy fez-me lembrar a minha viagem de mota... que saudades de uma coisa desse calibre Crying or Very sad

Fico a aguardar o resto.

Um abraço.

________________________

Spritmonitor.de As minhas Viagens de Mota / As Minhas Fotografias
avatar
rjvieira
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://ricardovieirafotos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por Elisio FJR em Ter Jun 19 2012, 10:51

E continua igual ...

João5907 - vê lá se marcas um leitão um dia destes na bairrada pois terei todo o prazer em conhecer-te pessoalmente!!!

Mais 1 M

________________________
MY LIFE IS A HELL!!!
avatar
Elisio FJR
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por JOAO5907 em Ter Jun 19 2012, 12:22

Ahahahahaha....
Meu caro Elísio, sou um desconhecido para a maior parte do pessoal que por aqui "passeia".
Apenas conheço pessoalmente 3 ou 4 pessoas que tive a felicidade de encontrar em Mangualde o ano passado e foram elas que me falaram do M&D ... e fiquei fã.
Quanto ao leitão, seria um enorme prazer ... e porque não em "casa mia"? ... o meu vizinho até assa leitões .... eheheheh.
Agora a sério: é só mesmo arranjar uma data.
O meu contacto é o que consta no perfil (916368386)

________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por Elisio FJR em Ter Jun 19 2012, 12:33

JOAO5907 escreveu:Ahahahahaha....
Meu caro Elísio, sou um desconhecido para a maior parte do pessoal que por aqui "passeia".
Apenas conheço pessoalmente 3 ou 4 pessoas que tive a felicidade de encontrar em Mangualde o ano passado e foram elas que me falaram do M&D ... e fiquei fã.
Quanto ao leitão, seria um enorme prazer ... e porque não em "casa mia"? ... o meu vizinho até assa leitões .... eheheheh.
Agora a sério: é só mesmo arranjar uma data.
O meu contacto é o que consta no perfil (916368386)


Conhecer pessoas e então gajos que gostam de motos é sempre bom!!!!! E se forem gajos com sentido de humor (como é o teu caso) ainda melhor!!!! Por mim adianto já uma data, sabado 30 de Junho ao almoço!!!!! No restaurante ou em tua casa, para mim é igual!!!! Está aberta a proposta!!! Já agora o meu tmv é 917555078

________________________
MY LIFE IS A HELL!!!
avatar
Elisio FJR
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por Zecacbr em Ter Jun 19 2012, 14:10

João boas

Folgo em ver que a relação com o GPS está a melhorar!

Aguardo por cenas dos próximos capitulos!
Saia mais um Mérito
Por acaso o vizinho do Leitão é no Moinho do Calhau??

Abraço e boas curvas!
avatar
Zecacbr
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por JOAO5907 em Ter Jun 19 2012, 16:02

Olá Jose Carlos:

Não, não é ... o meu vizinho é o dono do "JOÃO DOS LEITÕES".
Abraços

________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

VOLTA DE 2012 - 8º DIA

Mensagem por JOAO5907 em Qua Jun 20 2012, 23:01

VIAGEM DE MOTO PELA EUROPA - DIA 8
DIA 8



Montpellier ---> Andorra

Saímos do hotel bem cedo (pouco passava das 7:00) animados o suficiente para percorrer os cerca de 330 kms que nos separavam de Andorra, local previsto de pernoita para esse dia.
Como habitualmente, escolhemos percursos por estradas secundárias e, por isso, saímos de Montpellier por um curto percurso de Auto-estrada gratuita tendo tomado a D-813 para Saint-Jean-de-Védas.




Acompanhámos a costa por esta estrada até Méze, altura em que “subimos” para norte, pela mesma estrada mas que, agora, percorria um delicioso percurso razoavelmente montanhoso, em estrada suficientemente larga e com excelente piso, fomos rolando a uma velocidade média de 90 kms/h, sempre rodeados de verde, com bosques frondosos aqui e ali recortados por vinhas matematicamente dispostas em rectas perfeitas e com altura uniforme … “mécanisation oblige”.




Atravessámos a belíssima região de montanha litoral de Montagnac até Béziers onde, confesso, perdemos algum tempo por culpa minha ao “enfiar-me” no complicado trânsito periférico desta pequena cidade francesa … apesar do GPS me indicar outra estrada achei que … bem … azelhice foi o que foi.
De Béziers a Perpignan eram ainda quase 100 kms que fizemos deliciando-nos pela D-609, pouco movimentada e rodeados de verde (quem me ler e ver tantas vezes escrito “verde” até irá pensar que sou lagarto … mas não, gosto mesmo só da cor na natureza).




Decidimos não parar em Perpignan para aproveitar o tempo disponível que tivéssemos aquando da nossa chegada a Andorra, pelo que, desta vez pela N 116 virámos mais a norte tendo como destino Font-Romeu.
Foi uma simpática vila onde estive há 3 anos, famosa pela sua estância de esqui e onde vivi momentos inesquecíveis … “Ai eu já fui tão feliz em Font-Romeu”.
Não adianto mais nada sobre o assunto pois é coisa de que não me orgulho muito e, “portantos” … podem, no entanto, se se quiserem auto-flagelar e num arrepiante exercício de sado-masoquismo, ver tudo a que me refiro em:

http://blogue-do-joao5907.blogspot.pt/2011/09/aventura-na-neve-historia-envergonhada.html

Bem … adiante.

Pela N 116, estrada de paisagens soberbas ou não estivéssemos numa região de montanhas onde a humidade é relativamente elevada e, por isso, proporciona um colorido verde (outra vez ???) estávamosna bonita Região Langedoc-Roussillon, a Reserva Natural de Jujols, a Reserva Natural de Conat, … e o Parque Natural Regional dos Pirinéus Catalães.
A escolha desta estrada teve não só esse propósito mas sim visitar duas vilas fortificadas muito conhecidas no meio do pessoal que gosta de “pedras” ….Villefranche de Conflent e Mont Louis.


















Tratam-se de dois excelentes exemplos da importância que as vilas fortificadas tinham na época medieval e que serviam de baluartes para a defesa dos disputados territórios, neste caso entre espanhóis e franceses, tendo várias vezes desde a sua fundação, por volta do ano 1100, mudado de “senhorios”.Villefranche foi tomada definitivamente por Luis XIV no sec XVII.















Mont Louis é outro desses exemplos e que me levaram a fazer algumas comparações com a "nossa" Almeida, embora esta de época mais moderna (estamos aqui a falar dos tempos medievais – Secs XI a XV mais ou menos – e Almeida reporta ao período das invasões napoleónicas e da Guerra Peninsular, em que em 1807 Espanha e França, pelo Tratado de Fontainebleau “combinam” a invasão de Portugal).







Tal como Villefranche é considerada património mundial pela Unesco e teve importância semelhante àquela na defesa e demarcação do território.
Igualmente bela, é ponto de visita de milhares de turistas que visitam aquela região, quer no Inverno em que podem praticar sky nas várias estâncias ali perto quer noutras estações menos frias e mais verdes .... mau, isto está a tornar-se obcessivo !!!!

E chegámos á estância de sky de Font Romeu, no complexo de Les Airelles, bem perto da Ville de Odeilo.









Depois duma breve paragem em que expliquei ao Silva como funcionava tudo aquilo em tempo de neve e da forma como tudo estava cheio de pessoas ... regressámos á estrada que nos levaria a Font Romeu - Odeillo onde queríamos almoçar.













Almoçámos "de prato", uma belíssima pizza com salada numa pizzaria bem no centro da vila ... bem perto da estação de teleférico que leva os esquiadores para Les Airelles, num percurso de cerca de 4 kms a vários metros acima do solo, numa viagem tão bela como arrepiante por vezes ...

Depois de dar uma pequena volta pela vila onde mostrei ao Silva os locais mais importantes (pelo menos os mais movimentados na época de sky ...) decidimos efectuar uma breve passagem por Odeillo para vermos de perto o colector solar de produção de energia.




E depois das fotos tomámos a direcção de Andorra-a-Velha, tendo eu contrariado os desejos do GPS ao ir por uma estrada que já conhecia, bem pequena mas que serpenteava por entre montes e vales de beleza que aqui tenho dificuldade em descrever.




E assim foi, pela N20 prosseguimos até ao túnel de Puymorens ... porque estava a chuviscar e víamos nevoeiro no cima da serra, decidimos ir pelo túnel em vez de subir pela serra até Pas-de-la-Casa. No entanto, quando começámos a subir, ... os cerca de 40 kms até Pas-de-la-Casa foram feitos em 2ª e 3ª .. e às vezes em 1ª por causa do intensíssimo nevoeiro que, para além de não nos ter deixado apreciar e fotografar nada, nos tomava toda a concentração pois as muitas curvas "em cotovelo" apareciam do nada e de repente ...
Frio e chuva miudinha completavam o quadro de muita atenção em todos os condutores ... recordo que circulavam muitas viaturas na estrada sem que ninguém tivesse sequer mostrado intenção de ultrapassar pois as luzes da frente serviam de guias importantes naquela "cegueira".




Quando chegámos à fronteira, o nevoeiro estava menos denso mas passámos por Pas-de-la-Casa sem que a víssemos ...




Quando começámos a descer a serra, o nevoeiro começou a dissipar-se, o sol aparecia timídamente ...
E chegámos finalmente a Andorra-a-Velha seriam cerca das 16:00.
Procurámos um hotel, parámos no Monte Carlos que nos pareceu "baratinho" e ... mais um português na recepção ...




O nosso amigo Hélder fez-nos um descontinho no preço (o de balcão era 60,00 e pagámos 45,00 com pequeno-almoço)..




E aqui já com banhinho tomado e preparados para ir à zona comercial de Andorra-a-Velha para fazer umas comprinhas ...

Resolvi entrar numa perfumaria e quem havia de encontrar ... uma portuguesa !!!


NOTA: sabiam que a 3ª língua mais falada em Andorra, a seguir ao catalão e ao francês é o português' .. ah pois !!!! ... as coisas que eu sei ..


Desta vez a Fátima que me ajudou na escolha duns perfumes prá rapaziada lá de casa ...





E depois o regresso ao hotel, onde mesmo ao lado havia um restaurante snack-bar de bom aspecto ...
E vejam bem o que lá havia !!!




O bar era do Ricardo, ... mais um português em Andorra este há cerca de 20 anos ... cum catano, este pessoal espalha-se pelo mundo mesmo sem caravelas ....
E à noite, onde fomos ver o jogo de futebol do europeu, vivia-se um ambiente típicamente português de café: as bicas, as taças de vinho, as cervejas, as moelas e a salada de polvo, a orelha de porco, ... até a conversa de bêbedos na mesa ao lado era em português .... eheheheh



O Ricardo no seu bar ... também se queixou da crise ... olha que novidade !!!!

Bem, e depois do jantar bem regado com umas cervejas portuguesas, fomos dar uma voltinha a pé ...




Ainda voltámos ao bar do Ricardo depois da volta a pé mas ficámos por pouco tempo ... tinha combinado com o Silva saírmos pelas 6:00 pois no dia seguinte esperavam-nos cerca de 1.200 kms até casa.

Podem ver todas as fotos e os vídeos em : http://blogue-do-joao5907.blogspot.pt/2012/06/viagem-de-moto-pela-europa-dia-8.html

________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

VOLTA DE 2012 - 9º E ULTIMO DIA

Mensagem por JOAO5907 em Sex Jun 22 2012, 20:22

Olá pessoal:

Com antecipado pedido de desculpas mas por manifesta falta de tempo, não vou poder agora e aqui deixar a crónica e fotos.
No entanto, para os mais curiosos e com maior paci~encia, podem desde já acompanhá-la e:

http://blogue-do-joao5907.blogspot.pt/2012/06/viagem-de-moto-pela-europa-dia-9.html

Logo que tenha um tempinho deixo-a aqui ... desculpem. Embarassed

Cumpts a todos.
João Rui Pimentel

________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por atikman em Sex Jun 22 2012, 22:42

Mais uma vez, muito bom! Fixe

Aquela situação na estância de esqui... bom, é melhor não falar disso! Laughing

Rui

________________________


Atikman
avatar
atikman
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por Carlos Balio em Sab Jun 23 2012, 10:08

Espetacular volta...
Obrigado pela partilha e aqui vai mai um Mérito
Abraço
avatar
Carlos Balio
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VOLTA DE 2012 - 4º ao 9º e ULTIMO DIA

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum