Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Pub
Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» Escócia 2017
por Saulo wds Ontem à(s) 15:22

» Picos da Europa / Junho / 2017
por Zecacbr Qui Jun 22 2017, 21:29

» Brasil - Rota das Fronteiras / Uma Saga pela Amazônia
por Carlos Balio Sab Jun 17 2017, 05:25

» Em busca do Marco Lés a Lés
por Saulo wds Ter Jun 13 2017, 13:05

» LÉS a LÉS 2017
por Espsanto Ter Jun 13 2017, 09:13

» Comparativa Off-Road entre 1190R, GS1200, AT e Super Tenere
por carlos lopes Seg Jun 12 2017, 21:16

» Rota N2 - Guia
por Serzedo Seg Jun 12 2017, 16:36

» [Lista] 10 melhores sport-touring por Visor Down
por Rico Sousa Sab Jun 10 2017, 18:02

» XI Concentração Motard Moto Clube da Guarda
por Tuta Qui Jun 08 2017, 23:08

» [Evento] Oficina de Fotografia de motociclismo
por Serzedo Sex Jun 02 2017, 10:57

» [Ensaio] Suzuki V-Strom 650 - 2017
por Serzedo Sex Jun 02 2017, 10:56

» Viagem até Mont-St-Michel (França)...
por Espsanto Seg Maio 29 2017, 13:29

» 2016 - Les Pyrénées e Côte d'Azur
por hugo machado Seg Maio 29 2017, 12:20

» [Destino] Um Stonehenge no Alentejo
por Serzedo Seg Maio 29 2017, 10:32

» Dia do Motociclista em Castelo Branco
por Cesar Filipe Dom Maio 28 2017, 13:59

» Fomos dar uma volta de barco....em Veneza com passagem pelo berço (da Ducati)
por Tuta Sex Maio 26 2017, 23:23

» Normandia 2013
por hugo machado Qui Maio 25 2017, 11:53

» [Notícia] Porto Extreme XL Lagares - Enduro (27/05/2017)
por Serzedo Qua Maio 24 2017, 14:49

» [Notícia] Nicky Hayden em estado grave após atropelamento
por Serzedo Seg Maio 22 2017, 22:53

» [Dica] KuantoKusta e comparação de preços do combustível
por Serzedo Seg Maio 22 2017, 12:11

» Vila Real > Fontes > Vila Real
por luisfilipe Dom Maio 21 2017, 22:05

» Passeando pela Arrábida
por Rico Sousa Dom Maio 21 2017, 17:33

» Pueblos Blancos II (10-13/09/2015)
por Daniel Lucas Dom Maio 21 2017, 16:36

» Escandinávia 2017
por jacare Sab Maio 20 2017, 21:54

» [MotoGP] O acidente que destruiu a moto de Miller
por Serzedo Sab Maio 20 2017, 16:09

» Clube Motard de Leça da Palmeira
por Antonio Carlos Serrano Sex Maio 19 2017, 10:11

» [Destino] Rota Vicentina entre as 6 mais belas do mundo
por Serzedo Qui Maio 18 2017, 10:46

» Visita à Mesquita Central de Lisboa
por Joao Luis Seg Maio 15 2017, 13:40

» El Camino se hace al andar..... ...en Moto!!!
por Elisio FJR Sex Maio 12 2017, 17:06

» VI Aniversário Motos & Destinos
por Jorge CBFista Qui Maio 11 2017, 21:41

» Emblemático e Original
por Rico Sousa Qui Maio 11 2017, 11:30

» MOTUS LONE STAR 2 TURBO – UM CHEVY COM DUAS RODAS
por Serzedo Qui Maio 11 2017, 11:21

» O Caminho de Mota para a India
por Joao Luis Qua Maio 10 2017, 14:38

» De Maxiscooter por Marrocos
por cristina Qua Maio 10 2017, 14:13

» Portugal - Angola Tricontinental Solo J Ride
por Saulo wds Ter Maio 09 2017, 13:01

» Crónica Resumida - The Lone Rider's Day
por Paula Kota Seg Maio 08 2017, 12:53

» Aragão por Lone Rider- O Rey Moncayo (outra Vez)
por Paula Kota Seg Maio 08 2017, 12:39

» COMARRISCOS EM IBIZA!!!
por Paula Kota Seg Maio 08 2017, 11:29

» [Notícia] Nova marca em Portugal - UM
por Serzedo Sex Maio 05 2017, 09:11

» [Notícia] Motociclista aterrou em cima de carro na A28
por Serzedo Qui Maio 04 2017, 18:07

» [Notícia] Audi parece que vai mesmo vender Ducati
por Rambo Qui Maio 04 2017, 01:00

» [Crónica] Páscoa 2017, fomos a Aboim e Terras de Bouro (16.04.2017)
por luisfilipe Qua Maio 03 2017, 12:19

» [Notícia] Motas com selo inferior a 10 euros isentos de imposto
por Serzedo Ter Maio 02 2017, 10:06

» A estrada para o Céu...
por Zecacbr Dom Abr 30 2017, 14:19

» A " Estrada da Mata"
por Carlospira Sab Abr 29 2017, 17:46

Tempo
Al!ve FM

Quarta-feira das 21h às 24h Burn - A hora dos motards

Mapas
Flux RSS


MSN 
AOL 


Doação por Paypal

OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por JOAO5907 em Dom Jun 09 2013, 16:35


1º DIA (04-06-2013)

Figueira da Foz -> Boiro


Rota dos Semáforos e do GPS traquinas















358 kms 






Eram 07:45 quando saí de casa.


Já estava sol e a temperatura prometia um dia quente.


"Porreiro" - pensei eu - "assim nem preciso levar tanta roupa".





Como tinha combinado com o Luís Valente encontrar-me com ele nos semáforos de Montemor-o-Velho pelas 8:15, ainda tinha tempo para umas fotos ... e foi o que fiz.









Na ponte por cima do "Mondego Velho" ... quem conhece sabe  a que me refiro .. com as obras de regularização hídrica do Baixo Mondego, nos anos 80 o curso do rio foi desviado para sul e este é o leito mais antigo ...














O altaneiro castelo de Montemor-o-Velho ... outrora um importante marco da reconquista cristã aos mouros e hoje, bem conservado, é local de visita obrigatória para quem por perto passa, o que recomendo ... local cheio de história.













Um pouco mais à frente já estava o Luís à minha espera... e este era só o primeiro !!!











E estava prestes a começar mais um episódio das populares aventuras  "Os 5 Aventura pela Galiza"











Pela 109 adiante, com o Rui Oliveira à frente que tinha o GPS mais actualizado de todos nós. A última actualização era de 2005 mas de certeza que não ia haver problemas,... desde puto que me lembro que a estrada era ali  !!!


E este era mais um semáforo vermelho ...









A primeira paragem sem ser nos "vermelhos" foi já perto de Aveiro ... para uma foto dos terrenos alagados pela ria, desta vez em meia-maré.










Curiosidade: a indústria ciclística portuguesa tem a sua origem na zona de Aveiro ... precisamente porque a geografia da região permite o uso da bicicleta por todos ... velhos ...









e velhas ...











Uma linda casa em Ílhavo ... embora velha, de estilo Arte Nova ...acho eu ..








E depois uma paragem em Aveiro que a sede já apertava ... em frente a esta casa de estilo "qualquer-coisa-bem-gira" ...










Era a primeira vez que andava com esta malta e apenas conhecia o Luís Valente ... apesar de já todos serem mais ou menos experientes a andar de moto, convém sempre combinar alguns procedimentos, sinais, etc... para que tudo corra o melhor possível.





Assim, ficou desde logo assente que, quem precisasse de combustível, devia fazer ...










E quem precisasse de atestar,












Por via das dúvidas e não fosse algum de nós ficar a pé com o depósito seco, faziam-se as duas coisas sempre ...
















Mesmo de férias, parecem estar ao serviço pela maneira como se fazem ás fotos... à militar !!!!








E os dois maiores símbolos de Aveiro:





Os moliceiros ... 













E os ovos moles ....











Mas não podíamos perder tempo... já tínhamos conseguido percorrer 57 kms em cerca de 1:30 e havia que manter a média ...











O rápido andamento provocava imenso desgaste e, após mais 1:30 para percorrer uns intermináveis 57,4 kms, chegámos a Arcozelo, à capela de Santa Maria Adelaide, pois alguém desejava pagar uma promessa.





Vim depois a saber que a promessa era parar lá e comer qualquer coisa ...


















E abriu-se a primeira do dia ... não se podiam deixar aquecer muito.















e estava também na hora de mandar notícias para casa para saberem que estava tudo bem ...













"Parámos em Sta Maria Adelaide para pagar uma promessa. Por este andar chegamos lá só amanhã... eheheh"





Até ali tínhamos parado em 328 semáforos vermelhos ... há muito que não percorria a N109 e fiquei sem vontade de, nos próximos 20 anos pelo menos, o voltar a fazer ... 





Olhem que havia semáforos que, apesar de estarem verdes, à nossa aproximação mudavam de cor ... fiquei até com a impressão que as pessoas que moram perto da estrada, têm semáforos vermelhos em casa e quando sentem pessoal a chegar, saem com eles e "plantam-nos" na berma !!!


daaaaassssee....... quando olhava para os comandos da mota via tudo vermelho pá!!!!





Mas a seguir a coisa rendeu !!!





Eram cerca das 13:00 e já estávamos em Vila do Conde ... depois de mais uns suplicantes 42,8 kms








O Mosteiro de Santa Clara que assistiu à nossa passagem grande velocidade ...














Nem a foto saiu direita ... não é a ponte que está inclinada, descansem ... podem lá passar à vontade ...





Quis comparar a média de consumo com a novíssima GS 1200 do Andrade e chegámos ambos à conclusão que estavam a gastar menos de 4,5 cada... mesmo assim mais que uma cinquentinha que conseguiria fazer melhor média horária que nós ...








E em pouco mais de quinze minutos ou meia-hora (já nem me lembro bem) e 4,5 kms depois, estávamos na Póvoa do Varzim.










Almoço no restaurante Carrasco (que merece a publicidade) onde tinha ido com mais um pessoal ao Dia do Motociclista a Barcelos e de onde tinha ficado uma óptima impressão.


Não estávamos com fome (diziam eles ...)





Início de nova tirada em direcção a Viana do Castelo ...





Como o GPS do Oliveira não era de fiar, disse "Eu vou à frente pois conheço isto bem" ... pela boca morre o peixe sempre ouvi dizer.





Logo mais à frente, em vez de virar em direcção a Esposende, fui dar à ZI de Viana do Castelo ... mais uma paragem, mais uma olhadela pró mapa, mais um cigarro, ... e não havia nenhum bar por perto ... cum catano !!!





- Ó Oliveira, liga outra vez o GPS pá !!!!








Viana do Castelo finalmente ... por este andar iríamos chegar ao destino lá para a segunda quinzena de Julho ....
















E depois Caminha onde iríamos de barco atravessar o Rio Minho para o "outro lado" ...










E chegámos mesmo a tempo pois o barco aprestava-se para "levantar ferro" ... e depois só dali a uma hora ...









É sempre um momento difícil pois duvida-se sempre se a mota se vai aguentar de pé ...







Cais, ... não cais ?... pensava o Luís Valente.



Por via das dúvidas,  o melhor é atravessar o rio a segurá-la !!!!














Um companheiro de viagem que, por causa dos enjoos, viajava com a cabeça de fora ...










E estávamos já a chegar a Espanha, a La Paxase ... curiosamente, com as motos no barco, foi o trajecto onde fizémos melhor média ... 
















Tinha visto no Motos & Destinos uma crónica de alguém que tinha dado uma curva por aqueles lados e o Monte de Santa Trega  era um local interessante a visitar. Mandei a informação para o senhor da agência que estava a tratar de tudo (Rui Oliveira) e ele não se esqueceu de avisar para fazermos lá uma paragem ... e ainda bem.










La Guardia ... vista do Monte de Santa Trega.








Uma paragem a meio da subida para umas fotos ...











Existe neste monte um castro (Castro de Santa Trega) muito visitado e onde os especialistas dizem que viveram mais de 3.000 pessoas ... até entregarem as casas ao banco !!!









Uma das várias fotos que tirei do cimo do monte ...









E esta não podia faltar para o albúm das recordações ...











Uma das placas com informação sobre o Monte de Santa Trega de que recomendo a visita.











Já na descida de regresso à PO-552 em direcção a N-550 que nos haveria de conduzir a Norte ... se a encontrássemos claro !!!





Eu até gostava de vos explicar por onde andámos mas não sei... o GPS do Oliveira levou-nos para locais estranhos ... esperava em qualquer curva aparecer-me de novo o Monte de Santa Luzia em Viana ...





Bom mas como dificuldades em encontrar o caminho certo não matam sede, resolvemos parar para beber qualquer coisa fresca e tentar localizar-nos.














Neste bar da Associação do Carregal, parámos para estabelecer prioridades:





1º - Beber umas cervejas


2º - se ninguém quisesse beber mais nada podia abrir-se o meu mapa de Espanha que me acompanha não sei exactamente há quantos anos mas há 3 ou 4 motas pelo menos ...





Estavam lá dois sujeitos que, tal como nós, se dessedentavam e, um deles, ao ver-nos tão em desacordo sobre o que fazer em relação ao caminho a tomar, perguntou:





- Sois portugueses?


- Sim.


- E para donde quereis ir?


- Para arriba, Riancho, Boiro, ... Diga-me - e apontei para o mapa" - se continuarmos todo reto vamos a tomar a N120?


- N 120? Não conheço ... mostra o mapa.


- ...


- ... Hombre, este mapa é do tempo em que meu pai "partia unas piedras" - e fez um gesto como se masturbasse - !!!!


- "partir unas piedras" ... em português é "bater umas pívias" ... ahahahahhahaha





Toda a malta se riu e decidi logo ali e naquele momento comprar um mapa novo assim que o pudesse fazer ... o meu querido mapa que já fazia parte da família tinha os dias contados pois não queria que andassem todos a rir-se à nossa conta e a mandar bocas sobre o "mapa de partir unas piedras" ...





Bom, com as importantes indicações daquela boa alma, conseguimos ir descobrir a N550 não sem antes me ter enganado e ir quase quase até Vigo ...





Não vale a pena falar nos outros enganos que se sucederam e que tornaram o tempo de viagem suficiente para fazer uma volta inteira à Espanha ... por isso, adiante com a crónica.





Estávamos já a aproximar-nos do nosso destino e a paisagem começava a ser a característica daquela zona... por isso se chama Rias Baixas.





Muitos rios, áreas alagadas, pontes, enseadas, ...







Não quero jurar mas acho que este foi o único verde que encontrámos !!!!







E finalmente no camping Las Barrañas ... já o sol se tinha posto e ao fim de mais de 12 horas de viagem para cumprir uns intermináveis 428 kms !!!















O parque é relativamente pequeno mas bonito e com boas condições ... de noite fica fechado o que permitia que também ficássemos descansados quanto à segurança das motos.











Antes do jantar, fomos ainda dar uma volta a pé pela praia La Barraña que dista apenas cerca de 150 mts .


É uma típica praia daquela região, numa enseada e, por conseguinte, de mar calmo quase sem ondas.


Intensamente frequentada por mariscadores de manhã, ao fim do dia era-o por pessoas preocupadas em manter a saúde e a forma física, os típicos "marchadores" ... muitas homens e mulheres gordos que nem por isso ficavam mais magros ... por isso decidimos que não valia a pena caminhar e era preferível ir beber "qualquer coisa" ...





Mas os episódios do dia ainda não tinham terminado ...





Ao recordar-nos da cena do "partir unas piedras" , estávamos a rir junto ao passeio pedonal e na dúvida se era "partir unas piedras" ou "bater unas piedras" ... quando uma sorridente e bem disposta senhora passou e nos disse: "Partir unas piedras" ....





Os AHAHAH até se ouviram em Sanxenxo  ...
















A praia La Barraña ...







E "nozes" na pose prá foto ...













E o jantar era como tínhamos combinado ... levam-se umas garrafas, queijo, chouriço, ...




Só faltava mesmo dar notícias para casa de que tudo estava bem e que tínhamos feito uma boa viagem ...





O Andrade ligou mesmo duas vezes para descansar a mulher:


- Sim... está tapada ... sim, fica descansada... não vai chover mas mesmo assim tapei-a ... fica tranquila que não lhe acontece nada...  Até amanhã.


















Todas as fotos do 1º dia AQUI













________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Simone em Dom Jun 09 2013, 18:20

Bom relato e fotos! Fixe

Mérito
avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Rui em Dom Jun 09 2013, 19:07

Muito bom, João. Excelente volta. +1

________________________
Felicidade é um modo de viajar, não um destino.
Roy Goodman

https://www.facebook.com/emergenciamotociclista?ref=hl

com4riding.blogspot.com

Andorra 1984

Férias Moto 1983
avatar
Rui
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


http://www.com4riding.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Luís Azevedo em Seg Jun 10 2013, 00:47

Mérito pelo estilo de viagem.

Com mapas e gps actualizado também se consegue a desorientação, mas assim há um motivo que qualquer pessoa entende... Há que reconhecer o esforço da desculpa Very Happy

Se me for permitida a intromissão, o dito:

@JOAO5907 escreveu:




E depois uma paragem em Aveiro que a sede já apertava ... em frente a esta casa de estilo "qualquer-coisa-bem-gira" ...


É só o Museu de Arte Nova de Aveiro. Claro que o bom gosto de quem por ele passa faz desde logo entender que tem algo de interesse. Como tantas outras coisas que se vêem em Espanha, teria valido o esforço de espreitar as traseiras, mas sem partir pedra...

avatar
Luís Azevedo
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


Voltar ao Topo Ir em baixo

OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo II

Mensagem por JOAO5907 em Seg Jun 10 2013, 00:53





2º Dia (05-06-2013)


Pelos cabos





O senhor da agência de viagens que tratou de tudo (Rui Oliveira), tinha-nos avisado no dia anterior que hoje seria o momento alto da viagem: o Cabo Finisterra.





E vejam lá se não é uma agência que trata de tudo de forma profissional:













Tudo marcadinho !!!! ... só não estavam previstos os enganos de rota...








Levantámo-nos cedo pois o passeio não era para dormir ... e cerca das 08:30, depois do Ridel Andrade ter tirado a capa á mota e verificado se não havia alguma folha ou erva nas jantes, pneus, escape, ... começámos a nossa viagem ... 










A praia La Barraña podendo ver-se ao fundo  os mariscadores matinais








A viagem seria curta pois íamos tomar o pequeno almoço a uma pastelaria perto do parque, mesmo em frente a um colégio onde se apreciavam lindas senhoras a levar os filhos ... que depois também iam tomar um cafézinho ...





  







E que nos observavam com curiosidade e desejo ... de "dar umas voltas" ... nunca tinham visto uma moto tão limpinha depois duma noite num parque de campismo.





E o primeiro destino do dia era o Farol de Corrubedo, a pouco mais de 20 kms do parque.


O dia estava nublado e as fotos não iriam ser grande coisa ... se calhar mais valia ter ficado na pastelaria ... pensei eu.











Uma pequena paragem no porto piscatório de Corrubedo, uma das muitas pequenas localidades em volta das várias enseadas da Costa da Morte










Não é a lente da máquina que está suja... é mesmo o céu muito nublado, ... uma pena depois do dia de sol da véspera ...












E aproximava-se o farol de Corrubedo









A mania que têm de me por de sentinela a estas coisas ...












A foto da praxe para o albúm ...













Alguém disse que era melhor tirar outra ... não estou ali para contrariar ninguém ...





Ah... mas antes... já me esquecia !!!


O Luís Valente perdeu-se ... ele diz que fomos nós que o perdemos e não vale a pena discutir.





Ele gosta de ficar para trás ... está sempre a fazer sinal aos que o seguem para o ultrapassar ... fica tão para trás que depois já não nos acompanha.





Eu era o penúltimo e depois de o deixar de ver fiz sinal ao Ridel, que seguia à minha frente, para parar ... o Rui e o Nuno estavam já fora da nossa vista.


Esperámos uns momentos e disse ao Ridel para aguardar que ia até às última rotundas para ver se o "pescava" ... ainda corri atrás dum desgraçado que ia numa CB500 a quem só via a ponta do capacete por entre os carros a pensar que era o Luís ...


Nada...





Voltei para ao pé do Ridel Andrade e decidimos prosseguir até encontrarmos o Rui Oliveira e o Nuno Rosário que nos esperavam mais adiante.





Perguntei a um sujeito que manobrava um tractor que direcção deveria seguir um  companheiro nosso que se tinha perdido na rotunda:





- Corrubedo - disse ele.





Liguei ao Luís e disse-lhe que voltasse para a rotunda e seguisse na direcção Corrubedo ... e aqui está ele a dizer que não se perdeu ... nós é nos perdemos dele !!!
















E toca a retomar a viagem ... o próximo destino seria o farol de São Francisco, a seguir a Muros.





Uma vez mais, o GPS do Oliveira a surpreender-nos ... vejam lá a estrada que nos calhou ... um caminho rural, estreito, de asfalto manhoso ... tenho que reapertar todos os plásticos  da minha LT ... se fosse uma Harley tinha que vir num caixote às peças ...















E eram já 10:25 pelo que se recomendava uma paragem para "molhar a garganta".









Parámos num pequeno café junto à estrada, numa localidade de apenas meia-dúzia de casas ... junto ao mar ... e pedimos uma mini.



Pela cara do "taberneiro" percebi logo que não era um pedido muito habitual por aqueles lados mas ele foi a uma arca e trouxe as 4 "mines" que tínhamos pedido.













Pá tudo !!! ... disse o Luís Valente ... a minha mini está fora da validade pessoal... vejam as vossas ...



- Olha, agora ? ... no fim de as termos já emborcado?











A mais recente tinha acabado a validade em Out 2011 !!!!



Ficou logo ali decidido que, logo que possível, teríamos que beber mais para atenuar os efeitos de qualquer coisa que pudesse fazer mal com aquelas ...











Foto dos típicos espigueiros em granito ...








E lá íamos nós pela AC-550, belíssima estrada que acompanha toda a costa em direcção a Norte se formos para lá ... ou em direcção a Sul se viermos para cá ...













Várias pequenas localidades com portos e praias ...no caso, Porto do Son












idem ... pena o céu assim com pouca luz









que nos fazia andar encasacados ... as temperaturas rondavam os 13º... embora não chovesse o que já não era mau ...












Finalmente a compra mais importante de toda a viagem: 


o "mapazinho" actualizado
















Próxima paragem em Noia ... apenas para desentorpecer as pernas e um cigarrinho ... para os que não passam sem ele.



Mais uma bonita localidade portuária, com toda uma vida ligada ao mar e aos seus recursos.








O Luís Valente já vinha a queixar-se há muito que a sua embraiagem estava muito dura e, com o trânsito das localidades por onde passávamos, os percursos em estradas rurais que tornavam frequente o seu uso, ... tivémos que parar num a farmácia para comprar uma ligadura para o pulso ...


Houve logo quem dissesse que era por causa do "partir unas piedras" ... más-línguas são o que são ....












Mas havia que prosseguir pois queríamos fazer melhor média que a do dia anterior ... e o destino, recordo, era o Museu da Electricidade, a Barragem do Ezaro, o Embalse de Fervenza, ...





Tudo isto se não ...












Até parecia que estava a adivinhar ...











A paisagem era bonita e a estrada óptima ... estávamos a chegar a Esteiro










onde deveríamos ir para a barragem do Ézaro ...



mas não ... o GPS levou-nos até esta pequena localidade onde nasceu aquele puto das anedotas,... o menino Reboredo ...









Eu estranhei o tamanho da estrada ... se era para visitar um sítio turístico pensei para comigo que seria melhor os espanhóis arranjarem uma estrada maiorzinha ...























É pá !!!! ... mal cabiam os espelhos ... estes tipos pensam que a minha traineira passa por onde as deles cabem ...





Havia que voltar à estrada principal e tratar de procurar sítio para almoçar... que isto de fazer turismo com a barriga vazia ... nem uma pessoa aprecia as coisas "como a deve ser"...











Lá  do outro lado da enseada já se via a vila de Muros ...










E era possível ver também os viveiros de marisco, talvez a mais importante actividade de toda a Galiza costeira.











E foi isto mesmo que decidimos ir "dar ao bigode" ...














À espera da bucha ...










A seguir ao almoço uma pequena volta a pé junto ao porto de Muros ...





E logo nos fizemos à estrada para a próxima paragem: cabo de São Francisco.









Donde se obtinha esta paisagem ... ai se eu tivesse uma máquina daquelas ...











As nossas meninas em pose... elas também merecem ...














 E esta foto nas "traseiras" ... linda a paisagem não é?










O que se podia ver da costa galega, do Cabo São Francisco ...










E estávamos já perto do Cabo Finisterra .. mas antes tínhamos que ir à Barragem do Rio Ézaro e às suas famosas cascatas.











Um porto de recreio junto ao Museu de Electricidade e das cascatas que já se vêm ao fundo ...










Fotozinha da praxe para memória futura ...














As cascatas ... impressionantes de verdade ...












E cá estamos nós de novo ...





Finisterra finalmente ... sinceramente, depois de tantas peripécias cheguei a duvidar que, um dia, lá chegássemos ...



















Sim, eu estive lá... tenho que arranjar uma t-shirt a dizer "Eu estive lá" ... dá para tudo !!!!








Apenas uma foto da vista ... as outras estão no album ...




















E estes também lá estiveram ...












Ainda pensei que aquela jovem se fosse atirar e tentei segurá-la mas, afinal, estava apenas a meditar ...é uma coisa que faz bem... quem souber e puder meditar, acho que devia fazer isso pelo menos uma vez por semana ...
















Tive que perguntar a uma guia que acompanhava um grupo de franceses o que queriam dizer tantas botas, sapatos, sapatilhas,... por ali espalhados ... disse-me que era uma tradição ... os peregrinos de Santiago irem ali deixar o calçado depois da peregrinação ... se lá voltar e com mais tempo, acho que vi lá uns 44 que ainda estavam mais ou menos porreiros.














E é no Cabo Finisterra que começa um dos Caminhos de Santiago ...





Ainda se ouviu dizer em francês que era ali o ponto mais ocidental da Europa... claro que ficámos indignados e gritámos alto e bom som, em várias línguas que o ponto mais ocidental da Europa é o Cabo da Roca, em Portugal !!!!... pobrezinhos sim,... honrados nunca !!!














Belas giestas no cabo Finisterra... muito parecidas com as de cá ... 






E estava na hora do regresso ... tirei o meu novo mapa da mala e foi com deleite e uma ponta de emoção que pela primeira vez ia tomar uma decisão de percurso com base nele...





Só não me caiu uma lágrima de emoção porque alguém disse:


"ó pessoal... e se fôssemos beber qualquer coisa?"




bom... tínhamos vindo pela costa e não queríamos repetir o percurso... disse que seria melhor regressarmos pela serra... eram uma pequena estrada departamental mas, regra geral, têm bom traçado e piso ...












Excelente opção esta pequena estrada ... até deu para fazer um pequeno vídeo que irei tentar aqui colocar... se a porcaria do Movie Maker funcionar ... a mania dos programas-pirata dão-me cabo do computador .... fónix !!!!















E parámos neste bar.. perdido no meio da serra ... era o último para quem se dirigia para o Cabo Finisterra... para nós era, felizmente, o primeiro ...














E cá estamos nós, desta vez apenas uma foto para registar o momento ... não há paisagens de interesse.






A viagem de regresso continuou pela CP-3404 até... que por alma de não sei quem... em Noia não fomos pelo sítio certo e....já estávamos na AC-550 que nos levou de volta para a costa ...


Parece bruxedo ... faltavam-nos cerca de 40 kms para o parque e tivemos que rolar cerca de 100...
















A estrada secundária CP-3404 que percorremos com imenso agrado ... piso excelente, traçado óptimo, paisagens belíssimas, ... sem trânsito.










E de volta à costa ... chiça !!!










Mas acabámos por chegar bem ao parque ...





E agora a apresentação da rapaziada, que deveria ter sido já feita na 1ª parte da crónica mas... escapou.











O homem do leme, do GPS, das anotações, ... 


Rui Oliveira na sua Suzuki DL 650 Strom










Nuno Rosário, com uma elegante Honda Transalp 700












Eu mesmo, com os óculos para ver ao longe ...











O Ridel Andrade, que destapou para a foto a novíssima GS1200.


Estava quase a fazer os 1.000 kms e ainda pensou em chamar o reboque para não fazer a revisão com mais dos os recomendados 1.000 kms










O Luís Valente com a sua Yamaha ...





E chegou a hora do jantar... o cozinheiro de dia foi o Ridel e a ementa o costume: pão, queijo, chouriço e vinho ...








E lá fomos depois até ao bar perto do camping ... mais umas cervejas e tortilhas ... até me dói o estômago só de pensar em tortilhas ...










E o dia estava a acabar depois de uma extraordinária passeata por locais que não conhecia e de que fiquei fã ... amanhã estava programado um passeio de barco e visita ás ilhas de Toxa e Arousa ...





Todas as fotos do 2º dia AQUI



E um compacto dos pequenos vídeos que fiz neste dia

















________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por JOAO5907 em Seg Jun 10 2013, 00:59

é pá !!!!!... tens toda a razão !!!!!. Embarassed
próxima paragem em Aveiro para "dar uma vista de olhos"...
obg pelo comentário e dica. Very Happy

________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Rui em Seg Jun 10 2013, 10:14

Mais uma voltinha memorável. +1

________________________
Felicidade é um modo de viajar, não um destino.
Roy Goodman

https://www.facebook.com/emergenciamotociclista?ref=hl

com4riding.blogspot.com

Andorra 1984

Férias Moto 1983
avatar
Rui
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


http://www.com4riding.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por filipeoliveira em Seg Jun 10 2013, 11:07

Boas João

Excepcional..ao nivel que nos começas a habituar...
Aqui no sul ...partir piedras....é hacer una paja...e daí o mitsubishi pajero em Espanha chama-se ...Montero !!!

Laughing Laughing

avatar
filipeoliveira
A tirar a carta
A tirar a carta


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Simone em Seg Jun 10 2013, 12:40

Um bom passeio! Fixe

Mérito
avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Elisio FJR em Ter Jun 11 2013, 11:53

O João5907 anda imparável!!!!!

E levou com mais uma piedra!!!

________________________
MY LIFE IS A HELL!!!
avatar
Elisio FJR
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo III

Mensagem por JOAO5907 em Ter Jun 11 2013, 23:14


3º Dia : 06-06-2013


Pelas Ilhas, Santiago... e mexilones


















Era este o programa para o dia





Como de costume, levantámo-nos cedo ... o dia estava também como no dia anterior: nublado, algum "fresco", e de noite tinha chuviscado qualquer coisa.





Este dia estava reservado para visitar algumas das ilhas da região, nomeadamente a de Arousa e a da Toxa.


O senhor da agência que sempre nos acompanhou, tinha também combinada uma viagem de barco pela Ria de Arousa.










O percurso escolhido foi mais uma vez em função da proximidade da costa: a C550.

De Boiro para Rianxo, Catoira, Villa Garcia de Arousa, ...










e da qual se podiam obter fotos como esta: a ria na maré baixa deixando ver os "canteiros" dos mariscadores.










Uma paragem para uma foto ... onde falta o fotógrafo !!!












Parecia dia santo ...









Em Vila Nova de Arousa, localidade já de considerável dimensão e que atravessámos para ficar a conhecer melhor, deparámo-nos com bastante trânsito pois quis-me parecer que era dia de feira, mercado, .... qualquer coisa assim ...





Nada que nos preocupasse pois a agência, uma vez mais deu provas do seu elevado profissionalismo  tratou de pedir a colaboração à GNR que, pronta e gentilmente, enviou uma viatura para nos ajudar a vencer o compacto trânsito que nos atrapalhava a viagem. O nosso muito obrigado àquela força de segurança.












E a viagem prosseguiu de novo junto à costa em direcção à Ilha de Arousa.










Para lá chegar é necessário atravessar uma ponte que a liga ao continente.














E já na ilha, que tem umas pequenas praias, camping, um porto de pesca importante e uma pequena vila marcadamente turística com todo um comércio ligado a esta actividade.












O porto de pesca da ilha






















A foto para marcar a passagem pelo local


















Em Cambados, uma interessante vila de aspecto medieval, na estrada que nos levaria a O Grove (PO 550)














E um colégio dos Salesianos ... fica a curiosidade.














E estávamos quase quase em O Grove
















E a entrada para a ponte que nos conduziu ( a nós e a toda a malta que por lá passa ...) à  famosa Ilha da Toxa.










Trata-se duma ilha tipo condomínio fechado ... vários hotéis de muitas estrelas, casino ... e mansões de estrelas de cinema... se não são pelo menos parecem










Ai Luís tanta bugiganga... que hás-de comprar?



Gosto deste pessoal ... é assim dado ao sentimento ... vejam lá que, com tantos sítios para visitar, fotografar e usufruir, a primeira coisa de que se lembraram foi comprar lembranças prás mulheres !!!... eu não que não me pesa a consciência !!!











Ora deixa cá ver ... huuuuumm... huuummm... não tou a ver nada de jeito ... O Nuno Rosário estava a desesperar e a pensar já que tinha que levar uma garrafa de licor ...









Sim senhora... isto vai ficar mesmo bem à miúda... e todos sabem que "Quem meus filhos beija minha boca adoça"








Bom, e eu acabei por comprar também os "recuerdos" habituais e que dão bem com tudo: ímans para o frigorífico.





Agora fiquei na dúvida... alguém disse que eram "hímens e não ímans" ... mas acho que os primeiros não se agarram ao frigorífico ...




E lá convenci a malta a deixar as compras e preparar-se para dar uma volta à ilha... eu quero voltar prá ilha !!!










A igreja mais famosa de toda a ilha ... acho que única também ...


As suas paredes são inteiramente forradas a conchas de vieira ... uma trabalheira que aquilo deve ter dado pá !!!











Tive que perguntar à senhora "sacristona" (não sei se é assim que se diz e/ou escreve mas façam o favor de me corrigir ...) como se chamava aquela igreja:




Capelita das Conchas de la Virgen del Carmen de A Toxa.

E a capela tem lá um S. Caralampio ... há falta de santos não vai um gajo pró Inferno !!!!










Convenci a rapaziada que um momento de recolhimento, reflexão e arrependimento nos faria bem a todos ... apesar do ar pouco compenetrado de alguns, acho que ficaram eles um pouco mais aliviados das suas consciências ... eu não, que há muito cortei relações com a minha que era uma chata e tinha a mania que era um poço de virtudes ...








Uma placa com informações sobre a sardinha na ria. Confesso que desconhecia que era possível pescar sardinha na ria mas fiquei a saber que aquela espécie encontra refúgio nas enseadas da costa galega, das tempestades e dos seus predadores mais conhecidos:  sardas, cavalas, atum, ...











O Luís Valente ...










O Ridel Andrade













O Nuno Rosário







Estas algumas fotos para os vaidosos mandarem fazer poster's ... falta o tipo que mais se esforçou para que tudo corresse bem e não tem direito a foto.. . o Rui Oliveira ... injustiça !!!


Mas a intenção foi também dar a perceber como são as ruas naquela ilha... com propriedades muradas, muito verde, seguranças privados de jipe, ...









E estávamos já de saída da ilha ... íamos para o porto de O Grove, a cerca de 3 kms para dar um passeio de barco pela ria









E cá estamos nós a comprar o bilhete






Fomos abordados por um "angariador"  de passageiros que nos disse que o barco iria sair dali a 20 mnts e o próximo seria só pelas 17:00.





Eram cerca das 13:30 e ainda não tínhamos almoçado ... mas a bordo serviam mexilhões e vinho ...





Bom ... ficou acordado que iríamos já neste horário, comíamos o que houvesse para comer e no final, se ainda tivéssemos fome, íamos a qualquer lado petiscar.









Preparados para a viagem









Já no convés superior ... 






O barco era todo nosso ... para além de nós apenas 2 casais de pessoas mais idosas o ocupavam ...











Eis o cozinheiro Ricardo a tratar dos mexilhões ... 






O cozinheiro e "ajudante faz-tudo" no navio, disse que o tacho era sempre o mesmo ... quer houvesse 10 passageiros quer houvesse 30 ... a coisa estava a começar a correr bem.









E para além do que estava no tacho, havia ainda mais umas "embalagens" prontas a cozinhar ...










E o navio largou do cais ...









Primeira paragem junto aos viveiros de mariscos para ser dada uma explicação como é feita a exploração ...









O cozinheiro-ajudante.mecânico-manobrador-faz-tudo Ricardo com uma corda de vieiras ...









uma das intermináveis doses de mexilhões ... ainda as mãos me cheiram a mexilhão daaaaasssse ...









numa pausa para a foto  ...









O ajudante nº 2 ... assim meio "esquisito" ... (só me saem destes carago!!!) a dar de comer às gaivotas ...












os sorrisos eram já evidentes após as primeiras 5 garrafas ... acho que a quantidade de garrafas era também a mesma... quer o barco levasse muitas ou poucas pessoas ... era "aquela dose" ...











bem, e como não estávamos em condições de conduzir porque o "esqueleto" não se tinha dado bem com os balanços ... fizémos uma pausa para uma sobremesa de 2 horas numa esplanada ... até os vapores do mexilhão se amenizarem ...





E a tarde tinha corrido depressa demais.. tínhamos conseguido fazer todo o programa que o nosso guia delineou e era ainda cedo para regressarmos ao camping.





Fui buscar o mapa à moto e a malta começou logo a mexer-se nas cadeiras: "este tipo é doido... quando começa a olhar pró mapa são sempre mais não-sei-quantos kilometros ..."





- Pessoal ... e se fôssemos até Santiago de Compostela ?... estamos práí a uns 90 kms e é um instante ....








E assim foi... de repente estávamos já em Santiago de Compostela


Alguns de nós não conheciam e ainda bem que lá fomos ...












O Hotel Reis Católicos









Imagem da Catedral







A imprescindível foto para o albunzito ....











 Muitos ciclistas que optam por esse meio para fazer a peregrinação...

Nada de admirar... também há doidos que vão lá de moto ...








Como o mundo é uma pequena aldeia, encontrei lá em visita de estudo, uma turma do CAIC ... colégio de Cernache, onde moro e onde os meus filhos estudaram ... e a Prof. Alexandra que foi mesmo DT da minha filha Joana ... isto há coisas !!!!

















Ah... e esta melga, a Beatriz Portugal ....









A foto final para o album ...






E quando nos dirigíamos para o estacionamento, foi o Ridel abordado por uma senhora que lhe disse:


- Señor, por favor ... donde están los aseos?


- Ó João ... ajuda-me aqui pá ... não percebo o que ela quer .


- Hola senõra... que desea?


- El Wc,... los aseos ...


- Huuummm... no lo sé ... lo siento pero pode perguntar en la oficina de turismo.


- ... olhe lá, vocês são portugueses não são?


- Somos sim ...


- Então estamos práqui a falar estrangeiro porquê?


... pois ...











E no regresso a Boiro lá fomos nós marcar presença no "nosso" bar das tortilhas ...










E eu perdi uma "coisa" do capacete quer serve para segurar a viseira ... ainda bem que trago sempre comigo  material do "desenrasca" .. desta vez fita isoladora ...










E fomos jantar uma parrilhada portuguesa a um restaurante lá perto ... com vinho alentejano




Quando estava a perguntar à menina como era a parrilhada portuguesa, apareceu uma outra moça que disse que era portuguesa e podíamos "hablar português" ...













É a Rosário.. que estudava Engenharia do Ambiente em Coimbra mas desistiu porque os pais ficaram desempregados e teve que ir para Espanha trabalhar ... e mora em casa duns tios.


Agora é que é mesmo um fod@-se !!!!... só fónix e cum catano é pouco ...


Grandes FDP que lixaram este país ...







E a motita teve que levar com a capa novamente ... nem as estrelas galegas ela pôde ver !!!






Disseram as más-línguas que o Andrade comprou o capacete há já dois anos ... mas que só o estreou agora na mota nova .... tipo poupado ...









E mais uma sessão de dominó até ás tantas  ...







E foi assim o 3º dia por terras da Galiza ... amanhã seria o regresso ... ou pelo meu mapa ou pelo GPS do Oliveira... ainda teríamos que decidir isso.






Todas as fotos do 3º dia AQUI






________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Simone em Qua Jun 12 2013, 12:26

Gostei de ler!! Smile
Aguardo a continuação!Fixe


Mérito
avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Elisio FJR em Qua Jun 12 2013, 12:34

Afinal isto não foi um passeio à Galiza mas sim emigrar para a Galiza!!!

Já agora, sabem como é que eu vejo se uma gaja é virgem??? Atiro-a contra a porta do frigorífico, se tiver hímen agarra, se cair não é!!!!!!!!!!

Mais 1 M

________________________
MY LIFE IS A HELL!!!
avatar
Elisio FJR
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

OS 5 AVENTURA NA GALIZA - Fascículo IV e último

Mensagem por JOAO5907 em Qui Jun 13 2013, 15:15


4º Dia: 07-06-2013


O regresso ás origens








06:30 prontos para "arrancar" ...




Tínhamo-nos ido deitar com uma "tirada" filosófica do Luís: "Se não fosse o sexo, ninguém queria saber das mulheres ... motos, cerveja, vinho, ...não eram precisas para nada"...


E ainda nos estávamos a rir de manhã e, inconscientemente, a pensar se não seria mesmo verdade tal afirmação.





Do camping a Tui, cidade fronteiriça com Valença do Minho, distavam cerca de 110 kms que pretendíamos percorrer a melhor média que à vinda ... de cada vez que me lembro que para percorrer cerca de 400 kms demorámos 12 horas ...


E eu propus-me liderar o grupo o que foi tarefa fácil pois as estradas estavam bem sinalizadas e não havia muito que enganar.










Combinámos que evitaríamos as paragens desnecessárias para aproveitar o pouco trânsito daquela hora madrugadora e fizémos uma óptima viagem, sem sobressaltos e com um bom andamento.





O raio do capacete avariado impedia que a viseira fechasse e o fresco da manhã obrigava a usar a protecção do pescoço mais levantada ... até ao nariz.













É pá... já não me lembro onde tirei esta foto ... creio que em Pontevedra mas não tenho a certeza.










...esta sim, foi lá, estou certo ...








Uma ponte ferroviária da linha que liga Tui a Pontevedra ..



E eram cerca das 09:00 quando chegámos a Tui ...




Viemos novamente pela N550, que atravessa a Galiza de Norte a Sul ... e vice-versa ... estrada boa, com excelente piso e que passa por localidades que merecem a visita ...




Na zona de Porriño, para adiantar um pouco, tomámos a A-55 (gratuita), que vem até à fronteira mas era necessário sair em Tui para abastecer a um preço melhorzinho que em Portugal.






Nas bombas, perguntei à simpática miúda "que torres são aquelas?" apontando para a zona alta de Tui.




Ela respondeu-me que eram da catedral e acrescentou que merecia a visita pois era muito bela ...


Ora, para castelos, igrejas e conventos, caves e adegas, ... não há como eu, e lá convenci a malta a seguir-me.








Entrada principal da catedral ...










Falta novamente o fotógrafo pois não havia ninguém, no momento, disponível para segurar a máquina ... ainda hão-de dizer que eu não estive lá !!!












O pormenor dos trabalhos em granito da catedral ... data do Sec XII e é uma interessantíssima obra de estilo românico. Segundo a Wikipédia, a sua fachada central (esta da foto) data de 1225 sendo, portanto, o primeiro exemplo de estilo gótico da península ...


Para quem gosta do tema, é uma pena passar-se por Tui só para meter gasolina mais barata e não ir ver esta catedral.


















O órgão ... da catedral...










O altar-mor ricamente decorado em talha dourada









Uma das capelas laterais consagrada a Cristo descido da cruz, imagem utilizada na Páscoa, por ocasião das celebrações do Senhor dos Passos














E a velhinha ponte de fronteira Tui - Valença do Minho, que está a ser restaurada ...










Vista do Rio Minho








E a chegada à margem portuguesa ...








E em Valença, curta paragem para perguntar a um local que, após lhe ter dito umas 3 ou 4 frases que, resumidamente, pretendiam apenas saber se a estrada para Ponte de Lima era melhor que a de Paredes de Coura ... o sujeito ouviu, ouviu, ouviu... e depois de muito pensar disse:



- Não sou de cá !!!



Cum carago !!!... se a manete da embraiagem saísse, tinha levado com ela na tromba !!!!



Bom, mapa nas unhas e proponho à malta:



- Olhem lá pessoal, vamos almoçar ao Porto mas não tem jeito nenhum irmos agora pela costa por onde viemos ... e se fôssemos por Ponte de Lima, Braga, ...?






Vruuuummm.... aí vamos nós... e ainda bem que o fizémos... a estrada dá uma "pica" pessoal !!!... bom piso, pouco trânsito, óptimas curvas, paisagens de cortar a respiração ... e verde,... muuuuito verde !!!!!








Em Arcozelo vi uma placa que "dizia" MARCO MILIÁRIO ... travões a fundo, inversão de marcha e... vamos lá a ver o que é e onde ...








E depois de fazermos umas centenas de metros por vielas estreitas na pequena povoação nos arredores de Arcozelo, perguntei a uma senhora onde era o marco miliário ...




Indicou-me a entrada deste solar minhoto ... achei estranho mas ... avancei com alguma cautela pois há uns marotos que, para se rirem, são capazes de pregar umas partidas ... eu não, nunca me passaria pela cabeça fazer uma tal maroteira.. 








Não descobri o marco miliário à primeira ... pensei ser aquele que realmente era mas não tinha visto qualquer inscrição romana como era suposto ter ...





Voltei atrás para perguntar à senhora se era mesmo ali que se encontrava o marco miliário ... já não a vi mas apareceu um tipo que me disse que "sim... havia ali um marco milionário ... e que não devia ser o único pois o dono daquela quinta era um sujeito muito rico... devia haver lá mais que um ..."





Fod@-se ... dos meus olhos saíram faíscas que, se lhe tivessem acertado, já estaria cadáver ... cum catano !!!.. um tipo apanha cada um ....














E é esta a casa senhorial de alguém que, gentilmente, não se importa que lhe invadam a propriedade em prol da cultura e de dar a conhecer o património que ali existe... bem haja pelo altruísmo Senhor não sei quem ...











O pessoal estacionou, mesmo sem autorização, pois o portão estava aberto ...



















O marco miliário a servir de mesa para uma "bucha" ... 





Nobre destino lhe foi conferido ... estavam longe os romanos de pensar que, séculos após a sua implantação, haveriam de haver uns maganos que o utilizariam como mesa ..














Para os mais curiosos aproveito para explicar que os marcos miliários eram usados, nas antigas estradas romanas, para definir a distância de mil passos entre marcos ... e este estava colocado na estrada que ligava Bracara Augusta (Braga) a Asturica (Astorga-Galiza) ...










O Rio Lima






E depois da odisseia que foi atravessar Famalicão,Trofa, ... pela N14, chegámos ao Porto em cima da hora combinada com o meu amigo Armando Almeida, com quem tinha combinado almoçar.











As motos já estacionadas na Rua de Ceuta ...










E cá o "je" com o Armando Almeida que conheci há uns dias por ocasião da Feira e Festa dos Enchidos e Morangos de tão boa memória ... depois disso, já nos encontrámos na Serra da Estrela para o pic nic de que dei notícias em SERRA DA ESTRELA













Um bacalhau divinal ... à Braga disse o Armando... 


e de que já tínhamos saudades








Aproveitei para uma foto ao eléctrico turístico... hei-de cá voltar para dar uma volta nesta coisa ... parece-me giro ...












E a rapaziada ao almoço ...





.






A Torre dos Clérigos em fundo ...















E eu à entrada do exclusivíssimo Clube Portuense ... ainda tentei mas nem sequer uma proposta para sócio me facultaram ... se soubessem como sou famoso com estas crónicas ... o meu público é que não é recomendável !!!!
























O Porto está na moda. Tem sido notícia nas publicações da especialidade como destino turístico preferido de milhões de pessoas. E pudemos comprovar isso pois a baixa portuense fervilhava de turistas, grupos, guias com a bandeirinha ou o chapéu no ar para não se perderem dele, ...





E estas fotos são dum dos ícones do Porto. A livraria Lello, com a sua arquitectura lindíssima e a sua escada de beleza indescritível ... só vendo mesmo.





Podem saber mais sobre o assunto em LIVRARIA LELLO & IRMÃO





Será um crime quem for ao Porto não fazer uma visita a este emblemático local.












As fotos não estão grande coisa pois são "pirata". Não era permitido o uso de máquina fotográfica e estas foram obtidas à socapa ...









Este tipo com ar intelectual e com cara de quem sabia todos aqueles livros de cor ...


















Olha para mim a fazer-me despercebido e a tirar fotos...











No 1º andar funciona um pequeno bar e sala de leitura... com esta fabulosa máquina registadora ..










E em frente à livraria, a foto para o posterzinho ...





Bom, o Armando disse que nos ia levar até ao cais de Gaia para um café ... e assim foi.


Fomos descendo pela rua S. João em direcção ao tabuleiro inferior da Ponte D. Luís. Parados num cruzamento, um motard que estava a colocar uns documentos na mala da sua moto, cumprimentou-nos e perguntou donde éramos e para onde íamos:





- Somos de Coimbra e vamos dar uma volta ao Cais de Gaia para beber um cafézinho ...


- Então venham atrás de mim ... trabalho nas Caves Cálem e vou-vos lá dar a beber um Porto !!!


- É pá... vou votar em ti nas próximas eleições prá Câmara do Porto !!!












E seguimos o Marco Batista (assim se chama este camarada com verdadeiro espírito motard) até às Caves Cálem.


















À entrada das Caves













E o grupo junto a um enorme balseiro







Uma das salas das caves, repleta de turistas na degustação do famoso Porto Cálem






Estava a decorrer uma visita guiada em língua alemã e a em português só dali na cerca de 2 horas o que inviabilizou o nosso desejo de a fazer. No entanto, o próximo passeio dos amigos que me costumam acompanhar, será para o Porto, com uma visita guiada que o amigo Marco irá tratar.









Eu com o Marco Batista, a quem endereço um abraço de agradecimento por tudo ... porreiro pá !!!












E as provas que nos obrigaram a fazer ... chatice, sabem que a malta é educada e não gosta de recusar ofertas ...









Nesta foto, um dos barcos rabelos turísticos que fazem a viagem das 5 pontes ... pelo rio passando por baixo das Pontes da Arrábida, D. Luis, Infante. São João e D. Maria ... acho que é assim.





E estava na hora de ir dar um pequeno passeio até à foz do Rio Douro não sem antes fazer umas fotos para compor a publicação.






















O Porto é bonito carago !!!!













O famoso edifício da Alfândega do Porto 









O Armando tinha pegado na sua scooter Piaggio e liderava a caravana .. aqui a mostrar ao Ridel Andrade onde havia gajas boas na outra margem ... foi ele que perguntou !!!!









Estes já queriam era ir para casa com saudades das mulheres ... feitios !!!!












E chegámos até à Afurada, na Foz do Rio Douro









A foz do Douro é paisagem protegida e há tipos que passam horas, com binóculos, a olhar prá passarada ...dizem eles ... mas eu desconfio que seja assim... se eu tivesse uns binóculos ...












O grupo, agora dos 6 ... que se despedia pois era hora de regressar a casa.


Ficou prometida a volta um destes dias, bem em breve, para uma passeata com o pessoal do costume, pelo Porto, a organizar com a colaboração do inexcedível Armando Almeida.






Por causa da pressa em chegar a casa, o Ridel Andrade e o Luís Valente, quiseram ir pela AE enquanto os "carroceiros" Nuno Rosário, Rui Oliveira e eu próprio, decidimos vir pelo IC2/N1 ...










Paragem na Mealhada para molhar a garganta ...

 a última "bejeca" desta viagem








E "prontos" ... final da viagem.


Cheguei a casa eram cerca das 18:00 depois duma valente chuvada desde a Mealhada e ao fim de espectaculares e agradáveis 1.360 kms, na companhia de 4 bacanos que fizeram o favor de aturar as minhas diabruras e desorganização permanente. 





Para aqueles que querem saber quanto se gasta e tal ... não sei responder.... levei práí 200 aéreos e trouxe uns trocos apenas.


Vou uma vez mais plagiar o meu amigo e "filósofo da treta" ElísioFJR:


O meu património são os meus amigos e eu fiquei muito mais rico depois de ter conhecido esta malta.











Todas as fotos do 4º dia AQUI











________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Simone em Sex Jun 14 2013, 20:52

Boas fotos e bom relato! Fixe
Mérito
avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Zecacbr em Sab Jun 15 2013, 14:20

João, thanks por mais esta voltinha. Tambem fiquei com vontade de ir ao Porto carago!

Saia mais um merito

Abraço

Zé Carlos
avatar
Zecacbr
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Carlospira em Dom Jun 16 2013, 10:48

Boas,

Que bela maneira de terminar um passeio...Caves de vinho do porto....Paisagens excelentes...e bons amigos...
Um abraço

________________________
CARLOS PIRES
Mama Sumae !!
avatar
Carlospira
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Henrique Freitas em Sex Ago 02 2013, 22:36

Fico contente por terem gostado da minha cidade. Muito boa cronica. Parabens

________________________
Henrique FreiTAs
avatar
Henrique Freitas
Zero à esquerda
Zero à esquerda


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 5 - AVENTURA NA GALIZA - Fascículo I)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum