Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Pub
Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» O regresso a Monsanto
por tmr77 Ontem à(s) 20:08

» [Notícia] Miguel Oliveira vence Grande Prémio da Austrália
por Serzedo Ontem à(s) 09:42

» Viagem a Évora na nova (usada) mota
por tmr77 Dom Out 22 2017, 17:36

» 3 dias pelo Alto Alentejo e Beira Baixa
por tmr77 Dom Out 22 2017, 17:31

» De Lisboa a Sagres pela Costa Vicentina
por tmr77 Dom Out 22 2017, 17:29

» Teste drive novas trails
por tmr77 Dom Out 22 2017, 17:17

» Rota dos Balcãs - 2017
por Carlos Balio Sab Out 21 2017, 07:46

» [Legislação] Conduzir motas aos 14 anos...
por Serzedo Qui Out 19 2017, 15:02

» TRAVELER´S EVENT
por banglentininkas Seg Out 16 2017, 10:22

» Costa Alentejana
por Pedro Rodrigues Qui Out 12 2017, 00:11

» Volta ao Mundo de Francisco Sande e Castro
por Espsanto Ter Out 10 2017, 22:07

» Caminito D´Del Rey
por Espsanto Ter Out 10 2017, 22:03

» Redescobrindo o Brasil
por Espsanto Ter Out 10 2017, 21:54

» 2017 - Milão/Stelvio/Dolomitas/Liubliana/Verona
por Espsanto Ter Out 10 2017, 21:27

» Uma Viagem ao Centro do Mundo...
por Joao Luis Seg Out 09 2017, 13:55

» Exposição de motas antigas - Matosinhos
por Serzedo Qui Set 28 2017, 09:44

» [Notícia] Mig44 foi 2.º no GP de Aragão
por Serzedo Seg Set 25 2017, 09:40

» BOA NOVA
por Serzedo Qui Set 21 2017, 14:20

» BMW CKLT Jantar das Terças Feiras By João Luis
por Joao Luis Ter Set 19 2017, 22:42

» [Notícia] Ana Carrasco é primeira mulher a vencer num Mundial
por carlos lopes Seg Set 18 2017, 21:54

» picos da europa 2017
por Carlospira Qua Set 13 2017, 21:46

» [Notícia] Federação de Motociclismo oferece árvores
por Serzedo Qua Set 13 2017, 09:40

» Casamento Nádia & Fábio
por Serzedo Ter Set 12 2017, 20:34

» No Cabo de Gata
por Saulo wds Seg Set 11 2017, 12:45

» como transportar moto do brasil para portugal
por luisfilipe Sex Set 08 2017, 22:00

» AJUDA PARA CASTANHEIRA DE PERA
por Joao Luis Sex Set 08 2017, 01:37

» Mais do mesmo... mas diferente: Tomates aos Picos!
por Joao Luis Qua Set 06 2017, 18:16

» De Lisboa aos Picos da Europa (4 dias)
por diariodoviajante Seg Ago 28 2017, 11:53

» 4 dias por Toledo, Segóvia e Ávila
por diariodoviajante Seg Ago 28 2017, 11:50

» [Ensaio] Suzuki V-Strom 650 - 2017
por Cesar Filipe Sex Ago 25 2017, 17:03

» O Caminho de Mota para a India
por Saulo wds Qui Ago 24 2017, 12:52

» [Crónica] - N2 de Faro a Chaves em 2 dias e meio!
por nunomsp Qua Ago 23 2017, 22:30

» planear viagens com o TyretoTravel
por nunomsp Qua Ago 23 2017, 22:17

» Diário do Viajante
por diariodoviajante Ter Ago 22 2017, 14:20

» Passeio a Santiago de Compostela
por Cesar Filipe Qua Ago 16 2017, 22:01

» As melhores estradas para conduzir... em Portugal!
por Saulo wds Ter Ago 15 2017, 11:29

» [Notícia] Rossi 'enxotou' ministra checa
por Serzedo Sex Ago 11 2017, 12:30

» gp. aparecida, valpaços, xassos...
por Serzedo Sex Ago 11 2017, 12:10

» SIERRA NEVADA - Las Alpujaras
por Carlospira Qui Ago 10 2017, 22:31

» Competição
por Rico Sousa Ter Ago 08 2017, 15:32

» Escócia 2017
por Swift Ter Ago 08 2017, 11:46

» [Notícia] Mig44 3.º no GP da Repúlica Checa
por Serzedo Dom Ago 06 2017, 16:36

» 22º Encontro Mundial dos Amigos 2CV
por Espsanto Seg Jul 31 2017, 10:31

» Rodagem dos 1000kms
por Carlospira Qua Jul 26 2017, 13:51

» [Notícia] Max Biaggi despede-se do motociclismo
por carlos lopes Ter Jul 25 2017, 21:07

Tempo
Al!ve FM

Quarta-feira das 21h às 24h Burn - A hora dos motards

Mapas
Flux RSS


MSN 
AOL 


Doação por Paypal

FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por JOAO5907 em Seg Ago 29 2016, 16:34


MÉRIDA





Dia 13 de Agosto, o 1º dia da nossa pequena aventura por Espanha.





Saímos um pouco (muito  ... coisas de gaja) mais tarde que o previsto e, passavam já das 10:00 quando iniciámos a viagem.













O destino era Mérida e os pouco mais de 300 kms que havíamos de fazer foram-no pelo IC8, IP2, e depois pela N371, por Campo Maior e até à fronteira na bonita cidade de Elvas que conto poder visitar (com tempo) um destes próximos dias.





Em Espanha, com a facilidade (e felicidade) das auto vias gratuitas, o trajecto óbvio foi pela A5 até Mérida onde chegámos cerca das 14:00.





Antes tínhamos comido uma "bucha" numa área de serviço onde pude mostrar os meus dotes de encantador de gansos com a ajuda duns caroços de pêra 
















Esperava-nos um insuportável calor (andava pelos 40º) que fazia com que a cidade parecesse uma cidade fantasma ... quase deserta 樂













Resolvemos ficar a descansar no hotel e sair para a visitar mais tarde quando as temperaturas fossem mais amigáveis 








Nesta nossa semana por Espanha, fizémos sempre as viagens de ponto-a-ponto de manhã, dando a possibilidade de descansar após o almoço, comportando-nos como verdadeiros "españoles" fazendo a habitual siesta 





Saímos então para uma volta pela cidade, ainda com muito calor ...










Vista da muralha do Alcazaba





Para quem gosta de "pedras assentes umas em cima das outras de forma geométrica", Mérida tem muito que ver. É uma verdadeira cidade monumental e riquíssima em história que os seus monumentos ainda contam.



Fundada em 25 aC, foi durante muitos anos a capital romana da Província da Lusitânia e, pela importância que essa qualidade lhe conferia, tem muitos monumentos.


















A Ponte Romana

















O Aqueduto dos Milagros que transportava água para a cidade do Lago Proserpina a cerca de 5 kms.









Numa outra perspectiva mais abrangente





e até que me apareceu "isto" à frente numa das suas ruas ... logo pensei que seria bem mais agradável o passeio por Mérida naquele trem turístico que andar com a mota dum lado para o outro e ainda com bastante calor.













E assim  fizémos ... seguimos o comboio até ao seu ponto de partida, junto ao Museu, ao Anfiteatro e ao Circo Romano e daí partimos para um tour turístico pela cidade.









Uma outra ponte romana que faz parte do Caminho de Santiago da Via de la Plata.









Uma ponte ferroviária do sec XIX sobre um enorme parque verde em redor do Rio Guadiana.











Depois da volta turística, aproveitou-se o facto da entrada no museu ser gratuita até às "não-sei-quantas" horas e foi isso mesmo que fizémos.











Edifício extraordinário, quer pela sua grandiosidade e arquitectura quer pelo que contém e pela história que conta.



É impressionante o acervo de mosaicos romanos que ali existem e as gigantescas dimensões fizeram construir o museu em "volta de si" de forma a poder albergá-los.











Mesmo ao lado do museu, encontra-se o anfiteatro romano.



Construído alguns anos depois da fundação da cidade, é um monumento grandioso e que nos faz regressar ao passado das lutas de gladiadores e de feras.



A sua grandiosidade é atestada pelas suas dimensões. Para além da arena, é constituído por 3 anéis circulares que comportavam cerca de 14.000 espectadores.



Esteve subterrado durante muitos anos e só algumas décadas foi descoberto já com a sua parte superior destruída.















Construído alguns anos depois do anfiteatro, o Circo Romano era o maior monumento romano da cidade junto com o Anfiteatro. Destinava-se não a lutas mas às artes performativas.










É utilizado nos dias de hoje para eventos culturais como o que decorria nesta semana, dedicado ao flamenco.




















As fotos não dão a real ideia da grandiosidade deste monumento que, outrora, tinha capacidade para albergar mais de 15.000 pessoas e era um dos expoentes do poderio e da cultura romana.

































Depois da visita e duma breve actuação de improviso da minha parte, regressámos ao hotel para um curto descanso, um duche, ... e o dia acabaria na Plaza Mayor, cerca da meia-noite, com umas "cañas e unas tapas".





No dia seguinte esperavam-nos mais "outros 300" até Zahara de la Sierra. 



















________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Cesar Filipe em Ter Ago 30 2016, 01:04

Estive em Merida este verão mas foi apenas de passagem e acabamos por não visitar os monumentos por dentro, o que assim à primeira vista foi pena. Venha agora Zahara de la Sierra para ver como é aquilo porque essa aí apenas me limitei a passar perto.

E fica o incentivo Mérito

________________________
César Filipe V

avatar
Cesar Filipe
A tirar a carta
A tirar a carta


http://voltinhasdemoto.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Carlospira em Ter Ago 30 2016, 10:02

Buenas amigo,

Como seria de esperar bela foto-reportagem que promete umas boas horas de sofá a comer pipocas e a beber umas canas...
Leva um Mérito para que venha o resto rapidamente !!!!

Um abraço

________________________
CARLOS PIRES
Mama Sumae !!
avatar
Carlospira
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: PARTE II - ZAHARA E RONDA

Mensagem por JOAO5907 em Ter Ago 30 2016, 16:04


Zhara de la Sierra e Ronda





Dia 14.08.2016.





Deixámos Mérida cerca das 09:00 rumo a sul, com destino a Zahara de la Sierra.





As autovias espanholas sem taxas convidam ao seu uso para vencer as distâncias mais longas e foi o que fizémos ... os cerca de 300 kms e as temperaturas previstas para este dia a isso aconselhavam.





Recordo que a "ordem de serviço" era chegar o mais cedo possível, descansar e, depois, visitar o local  ... assim manteríamos em níveis aceitáveis as nossas capacidades de resistência.





Depois de passarmos Sevilha, em Agosto com trânsito mais calmo, derivámos mais para o interior, começando a tomar contacto com as paisagens de serra, características do Parque Natural de Grazalema e das Cordilleras Béticas.





Comentei com a minha competente e dedicada pendura que, por Espanha, tudo dava ideia de nada estar ao abandono ... os olivais subiam pelos montes, os girassóis estendiam-se pelas planícies, os geométricos vinhedos, em procissão pelos vales e encostas, as palhas dos recentes cortes do trigo ...


















 E, por esta altura, já estávamos no "nosso ambiente" que é como quem diz, por estradas secundárias, por entre paisagens rurais lindíssimas e que convidam ao lento andamento para melhor desfrutar, descontraidamente, de tudo o que os olhos e os sentidos percepcionam.


















Um largo sorriso, meio de espanto e admiração outro tanto de gozo quando, ao longe, avistámos Zahara de la Sierra. 










Considerado um dos 15 Pueblos Blancos mais lindos de Espanha, é uma pequena vila incrustada numa encosta, donde o seu altaneiro castelo parece tomar conta do enorme lago que lhe dá um colorido azul em contraste com os tons verdes amarelados da paisagem e da alvura branca do seu casario.










De facto, não se fica indiferente à paisagem que tivemos a felicidade de desfrutar. 










Não sabíamos ao que íamos, desconhecia quase por completo o que era Zahara de la Sierra mas, os nossos sorrisos, atestam o quanto gostámos.










Tive que ir aos meus "apontamentos" para ver onde iríamos ficar alojados 





Com uma população de pouco mais de 1.500 habitantes, a vila é virada para o turismo e disponibiliza alojamentos em número suficiente (e qualidade) para quem a visita. 





A rua principal, onde quase tudo acontece (igreja, miradouro, café, bar, cafetaria, cervejaria, ...) enche-se à noite de residentes e turistas fazendo aquilo que os espanhóis tão bem sabem fazer: "esplanadar" e comer umas "tapas" 










E foi neste simpático hotel que ficámos em Zahara de la Sierra... com uma soberba vista sobre o enorme lago formado pelo Embalse de Zahara- El Gastor













Foi um privilégio ter um quarto com uma vista assim 










Perto do hotel estava um residente com uma exposição de aves ... nada se pagava e os donativos voluntários destinavam-se à sua alimentação. Não resisti a uma foto com este lindíssimo exemplar de Bufo-Real que nidifica naquelas montanhas.










Uma pequena volta a pé para "ver as vistas" ... 


























E eram horas de ir até Ronda ... um famoso local turístico e que me suscitava muita curiosidade pelo que dele tinha lido.



Para lá chegar tinha 3 possibilidades: uma mais óbvia pela A-374, outra menos "directa" pela A-2300 e pela mais "difícil" CA-9104 ...



Como quase sempre acontece, escolhi a mais longa e difícil  a CA-9104.











E lá deixámos Zahara de la Sierra ...



Através de alguns amigos fiquei a saber depois que é habitualmente utilizada para troço de rallyes e "cenas" assim ... e fazem bem pois é simplesmente fantástica.



Para ficarem com uma pequena ideia, "estão a ver os Picos de Europa?... sim?... não tem nada a ver... é 1000 vezes melhor" 



Ficam algumas fotos com a sensação que não escolhi as melhores tal a beleza que nos foi transmitida pelos sentidos e que nestas é impossível replicar.



































































Os cerca de 17 kms pela serra até Grazalema pareceram que passaram muito rapidamente tal o envolvimento que a paisagem tinha connosco.



Li nalgum sítio que, se viajarmos de carro, podemos apreciar as paisagens... se viajarmos de mota, fazemos parte delas 








Grazalema é outros dos Pueblos Blancos de rara beleza... passámos apenas sem parar pois o "tempo", universalmente culpado de muitos dos problemas deste mundo, também a nós nos condicionava.



Ficam umas fotos para registar a passagem...













E chegámos a Ronda, depois de quase 50 kms desde Zahara de la Sierra.











Ronda é uma cidade dividida em duas partes através dum precipício por onde passa o Rio Guadalevin e muito visitada por turistas graças, sobretudo, a esta curiosidade geológica.













Para além da sua beleza, Ronda situa-se entre os parques naturais da Serra de Grazalema e da Serra das Nieves, o que a torna também muito apreciada.



























E depois dum refrescante geladinho era tempo de regressarmos. O dia estava a findar e queria chegar a Zahara ainda com luz ...



O "raio" da idade não traz consigo apenas sabedoria mas, no meu caso, tornou-me um pouco mais "pitosga"  e a condução nocturna não me é confortável ainda para mais tendo-me esquecido das "gafas" em casa. 



O regresso a Zahara foi por uma outra estrada (A-2300) e, apesar de não tão bonita quanto a da serra, teve outra beleza proporcionada por acompanhar as margens do lago, já "sombreadas" pelo anunciado por-do-sol.









Na foto, uma perspectiva de Zahara de la Sierra já no final do dia.















E foi muito agradável poder estar naquele lugar, à noite, partilhando dos usos e costumes dos seus residentes e restantes turistas, fazendo aquilo que "nuestros hermanos" tão bem sabem fazer e ao que já nos estávamos a habituar: "esplanadar" e comer umas "tapas" 







De facto, a "cultura" espanhola neste aspecto é interessantíssima. Por causa da "siesta", comércio fechado até cerca das 17:00 e depois aberto até tarde ... esplanadas por todo e qualquer cantinho que as possa acolher, ... o turismo agradece. 








E chegou ao fim o 2º dia de férias por Espanha... o 1º com Mérida mais cultural pela sua história e monumentos e este pelas suas belezas naturais (Zahara e Ronda) e pelo fantástico percurso de serra que tivemos a felicidade de percorrer.



No dia seguinte esperavam-nos pouco mais de 200 kms até Granada onde iríamos ficar 2 noites.










________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Rico Sousa em Ter Ago 30 2016, 19:35

Fixe. Classificação no final. Very Happy

________________________

... e vamos com calma!
FJRico
avatar
Rico Sousa
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Zecacbr em Ter Ago 30 2016, 23:06

Muito bom João.

Saía mais um Mérito
avatar
Zecacbr
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Cesar Filipe em Qua Ago 31 2016, 00:01

Em España não é difícil andar pelas estradas secundárias dado que por norma têm um piso muito bom e as vistas... Vénia
E isso da esplanadas ao inicio da noite também é muito bom, as cidades (pelo menos as mais pequenas) parece que ficam mais animadas e alegres com as pessoas na rua.

Mérito

________________________
César Filipe V

avatar
Cesar Filipe
A tirar a carta
A tirar a carta


http://voltinhasdemoto.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Elisio FJR em Qua Ago 31 2016, 15:21

Mais 1 M para o João5907

________________________
MY LIFE IS A HELL!!!
avatar
Elisio FJR
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS POR ESPANHA: PARTE III - GRANADA

Mensagem por JOAO5907 em Qua Ago 31 2016, 16:23


Granada








15.08.2016





Deixámos Zahara de la Sierra para trás e, com uma dica do meu companheiro e amigo do M&D Filipe Oliveira, resolvemos passar por Setenil de las Bodegas.





Por estrada municipais que já não faço ideia onde são, subindo e descendo montanhas por onde me cruzei apenas com alguns ciclistas e outros tantos tractores, percorremos os cerca de 35 kms até àquele tão característico pueblo blanco.























Apenas uma breve paragem para umas fotos e registar o momento pois para Granada, o nosso destino desse dia, faltavam ainda quase 200 kms.










De novo por estradas municipais  que proporcionam paisagens como esta, prosseguimos até "apanhar" a A-92 que nos conduziria até Granada.













A primeira impressão ao entrar em Granada foi "uau !!!! que cidade tão bonita"




















Prédios lindos, ruas e avenidas arborizadas, trânsito ordenado, ... tudo parecia estar devidamente organizado.





A chegada ao hotel foi um pouco antes das 13:00 e, como não pudemos fazer o check in, aproveitámos e fomos, uma vez mais, utilizar o comboio turístico para "dar uma vista de olhos" na cidade. Por sorte, a paragem principal do trem era mesmo na praça defronte do hotel.














e assim foi ... com o audio guia a informar-nos do que de mais interessante havia por onde passávamos ...





























E depois de nos "arrumarmos" no hotel ... a visita mais em detalhe a alguns pontos que tínhamos retido como "a visitar" 













Pelas ruas de Granada, com imensos turistas de mapas e guias na mão ... fomos conhecer alguns monumentos e apreciar de perto o "pulsar" da cidade.










Muito virada para o turismo, em Granada mais de 1,3 milhões de turistas pernoitam, pelo menos uma noite na cidade por ano. 





O Alhambra, por exemplo, em 2013 teve mais de 2,3 milhões de visitantes 














E Granada tem, de facto, onde ocupar os turistas. Os monumentos durante o dia e, à noite, a sua fantástica "movida nocturna".





Em cada esquina, praça, beco, ruela, passeio, ... existe uma esplanada onde se bebem umas "cañas" e comem umas "tapas" ou simplesmente se conversa em redor duma garrafa de vinho. 












À noite, uma subida pedestre ao Mirador de San Nicolás para ver o Alhambra em "modo nocturno"











No dia seguinte, a expectativa era grande com a marcada visita ao Alhambra. Tinha conseguido a compra dos bilhetes on-line há já uns meses pois o monumento tem um nº de visitas limitado diariamente e, em Agosto ... é sempre um mês muito difícil turísticamente.














Tive também a felicidade de ter escolhido a compra dos bilhetes com visita guiada pois, se o fizéssemos apenas por "nossa conta e risco", muita da beleza e informação daquele local mágico nos  teria escapado.












Descrever Alhambra é uma tarefa impossível e duvido mesmo que o mais dotado dos cronistas o consiga fazer ...













O conjunto de edifícios que, por fora é uma aparentemente inexpugnável fortaleza militar, é-o na verdade, por dentro, um labirinto de jardins e lagos, palácios geometricamente harmoniosos, com os "arcos árabes" profusamente decorados que mais parecem trabalhos de ourivesaria que de canteiros com mãos delicadamente mágicas.














O cuidado que os seus mentores e construtores tiveram, não só nos aspectos decorativos mas também funcionais e de conforto, rivalizam com o que de melhor se faz hoje em dia, com  recurso a técnicas e materiais então desconhecidos.










Desde a orientação solar, a captação e distribuição de água, a altura dos edifícios para poderem colher o ar frio que provinha da Sierra Nevada fazendo, assim, frente ao intenso calor que o micro-clima de Granada provoca, ...









A profusão de laranjeiras e arbustos cuja espécie de flor produz aromas que afugentam os mosquitos ...












A distribuição dos edifícios de acordo com a sua importância para a família do sultão e segundo o seu propósito (lazer, actos oficiais, ...)... nada neste monumento é ao acaso e, repito, sem a visita guiada, pouco saberíamos sobre ele pelo que sugiro, vivamente, a quem o quiser fazer, que o faça com guia... vale, MESMO, a pena !!!! 





















Bem, e depois da visita ao Alhambra que, apesar de  exigente em termos físicos, foi imensamente recompensadora pois há muito que era um sonho realizar, tempo para almoçar, descansar e de novo a pé pela "baixa" de Granada antecipando já o dia seguinte.





Uma visita a um curioso estabelecimento de produtos naturais ...











Frutas desidratadas, "pózes", grãos, pomadas, folhas secas, massas, ... de tudo havia para todas as maleitas ...樂
















O destino era Cuenca e o "esticão" era de cerca de 450 kms.


Havia que sair o mais cedo possível para vencer esta distância o que iríamos fazer pela E-902 (A-44) e depois pela E-903.





Estes dois dias em Granada foram excelentes e deram razão a todos quantos me incentivaram a fazê-lo com os seu relatos e com as suas dicas.


Granada é uma cidade lindíssima (2 dias não são suficientes para a conhecer verdadeiramente) e proporciona aos seus visitantes multifacetadas oportunidades de lazer ... e prazer. 













________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Zecacbr em Qua Ago 31 2016, 16:54

Por cá continuo a deliciar-me com as fotos e o relato, carregado de informação w dicas bem úteis.

Saia mais um Mérito
avatar
Zecacbr
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Carlospira em Qua Ago 31 2016, 21:56

Mais um Mérito Mr. João !!!

________________________
CARLOS PIRES
Mama Sumae !!
avatar
Carlospira
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Carlospira em Qua Ago 31 2016, 22:03

Mesmo bom !!!

Dá gosto seguir esta viagem !!!

________________________
CARLOS PIRES
Mama Sumae !!
avatar
Carlospira
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: PARTE IV - CUENCA

Mensagem por JOAO5907 em Qui Set 01 2016, 15:48





Cuenca





17.08.2016





Chegámos a Cuenca depois de cerca de 450 kms em autopista (grátis... que bom !!!!) 





Com uma paragem para reabastecimento (gastámos em média 1 depósito por dia) e uma pequena refeição numa área de serviço, cumprimos o horário a que nos tínhamos proposto: chegar cerca das 14:30 / 15:00 para dar tempo de nos "arrumarmos" e descansar o cadáver ... 





Ao final do dia, fomos conhecer a parte velha da cidade que, desde 1996 é património mundial da Unesco, graças aos seus monumentos e às famosas Casas Colgadas (Casas Suspensas).



















Cuenca medieval está construída num planalto que, com o crescimento populacional, se viu obrigada a "acumular" as casas e a "suspendê-las" junto ao seu limite para assim manter as defesas naturais proporcionados por aquela curiosidade geológica.


















Cuenca é também conhecida pelos seus canyon's ocupados pelos rios Júcar e Huecar proporcionando paisagens bem bonitas pela mescla das fragas, água e o verde da vegetação.


























Na sua praça central destacam-se o Palácio Municipal ...










e a Catedral de Santa Maria e San Julian de Cuenca que, de estilo gótico primitivo, merece uma visita demorada e atenta pela sua beleza e riqueza da sua decoração e obras de arte.























No seu ponto mais alto encontra-se o castelo medieval, bem junto à ponte que separa Cuenca do "continente" através dum profundo fosso natural.
























e donde são visíveis os "Olhos da Montanha" 



























E ao final do dia, uma perspectiva da "cidade nova" com o edifício da universidade em destaque.










E assim foi mais um dia de férias de moto por Espanha ...





Cuenca foi uma surpresa muito agradável pela sua beleza e património. A curiosidade da sua parte "velha" construída no planalto, os canyon's bem profundos, o ambiente das suas esplanadas, ... 





Depois de mais um "copo" numa esplanada, fomos descansar pois, no dia seguinte esperavam-nos apenas cerca de 150 kms mas por estradas de montanha bem sinuosas e "com muita mão-de-obra" .





Íamos conhecer a Ciudad Encantada, a Ventana del Diablo, o Nacimiento del Rio Cuervo, o Nacimiento del Tajo e acabar o dia em Frias de Albarracín.









________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: PARTE V-FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por JOAO5907 em Sex Set 02 2016, 16:09


La Ciudad Encantada, Ventano del Diablo, Nacimiento del Rio Cuervo e Nacimiento del Rio Tajo





.





18.08.2016



O destino final deste dia era Frias de Albarracín,
a pouco mais de 150 kms.


No entanto, e desde que deixámos Cuenca, iríamos
fazer várias paragens pois este percurso estava repleto de pontos de interesse
que não queríamos perder.












A Ciudad Encantada, o miradouro Ventano del
Diablo, o Nacimiento do Rio Cuervo e o Nacimiento del Tajo.




O 1º era Ciudad Encantada na estrada para
Valdecabras que tomámos logo à saída de Cuenca e que é duma beleza
fantástica... serpenteando por entre serras, ora junto ao Rio Júcar ora junto
ao Rio Huécar ... por entre campos de feno cortado e mares de girassóis.


















A Cidade Encantada é um local onde há muitos
milhões de anos, antes da separação dos continentes, existia o mar de Thetis.




Era um mar calmo o que possibilitava a deposição
de sedimentos.




Com as alterações geológicas decorrentes da
separação dos continentes, aparecimento de novos mares e desaparecimento
doutros, ficou todo este espaço à superfície.


































As curiosas formas
destas rochas decorrem de vários processos de erosão, quer pela dissolução
química (cársica) quer pela "natural", decorrente da chuva,
temperatura, vento, ... nos seus extractos constituídos por diferentes materiais.




É um lugar muito visitado por turistas mas
igualmente utilizado para a rodagem de filmes... alguns bem famosos como, por
exemplo, Conan o Bárbaro, ali foram feitos bem como inúmeros western ... 





A paragem seguinte
seria no curioso miradouro Ventano del Diablo, perto de Villalba de la Sierra.

















É como que uma gruta, situada a vários metros acima do nível do Rio Júcar e donde se desfruta uma paisagem muito bonita.






Nas suas imediações, encontram-se muitos locais utilizados para a prática de desportos mais "radicais"...












.










 










Prosseguindo pela
CM-2105, fizemos uma paragem na localidade de Uña porque da estrada vimos o seu
belíssimo lago ... e se parámos, fizemos umas fotos, ... porque não almoçar ? 
























Paragem numa mercearia, aquisição dum melão (por
sinal, óptimo) e ali almoçámos na esplanada na companhia duns residentes com
quem "cavaqueámos" 



















Prosseguimos para o
Nacimiento do Rio Cuervo pela lindíssima CM-2150 que era acompanhada mais uma vez pelo Rio Júcar ... porque não uma pequena paragem para "alívio de líquidos" e umas fotos? 


















Sobre o Nacimiento del Rio Cuervo tinha lido e visto alguns artigos sobre a beleza
deste local e não fomos defraudados.












As autoridades espanholas tratam bem os seus
pontos turísticos e este não é excepção. Possui cerca de 2 kms de passadiços em
madeira por onde os visitantes podem observar todo o processo que conduz ao
nascimento dum rio ... para além de parque de merendas, muitos postos
informativos, etc.


























O único senão: estávamos em Agosto e as cascatas
que, no Inverno e Primavera caem abundantemente das encostas, não eram mais que
pequenos ribeiros ... 
















Bom, e a paragem
seguinte seria no Nacimiento del Tajo sobre o qual tinha fortes expectativas.







No entanto, o melhor deste trajecto foi a estrada
... a A-1704 que atravessa a fronteira entre as províncias de
Castilla-la-Mancha e Aragão é simplesmente fabulosa, fantástica, estonteante,
arrepiante, ...























.


Com óptimo piso, curvas bem desenhadas, paisagens que
convidavam a "espreitar" sempre que circulava numa pequena recta
(nunca mais de alguns metros pois era curva-contra-curva-curva-contra-curva-curva
...) foi das melhores que tenho memória e algumas vez ter percorrido 
















Fomos "perseguidos" durante algum tempo
por uma casal de "moteros" numa daquelas motoretas, as GS's, que a
maioria da malta usa porque pensa que a GTL's não podem andar
fora de alcatrão ... 
  de quem nos despedimos na nascente do Tejo.






























 Confesso que esperava mais... mas sem saber muito bem o quê ... 樂



Sei lá... um rio tão grande como Tejo e, ali... tão pequeno, tão vulgar, ... 









E prosseguimos até à
última paragem do dia: Frias de Albarracín.













Uma pequeníssima localidade, com pouco mais de 100 habitantes e onde éramos os "moteros portugueses".



A aldeia estava em rescaldo de festas populares e ainda se viam vestígios das touradas e os enfeites dos bailaricos.

















Muitíssimo bem acolhidos, em "ambiente de
aldeia" o que só alguns de vós perceberão o que isto quer dizer. 









Lugar pequeno e humilde, com um velho castelo em ruínas, uma igreja fechada, ... mas ruas bem arranjadinhas e limpas. 







A pousada onde ficámos fomos muitíssimo bem acolhidos ... gente simpática e com sorriso franco.







Do terraço onde se podia comer e tomar o pequeno almoço, as vistas eram estas ... 















Em conversa com um casal que estava alojado na
mesmo pousada (ela portuguesa e ele espanhol, a trabalharem na Alemanha)
soubemos que em Albarracín, vila medieval que distava pouco mais de 2o kms,
decorriam as festas anuais. Resolvemos ir lá dar um "salto".




Fizémos muito bem !!!!... Albarracín é uma vila
histórica lindíssima e foi pena termos chegado já com pouco luz natural para as
habituais fotos... quem sabe um dia.... 




















































E regressámos a Frias de Albarracín onde ainda nos
fomos deliciar com uma "posta" de "ternera" bem suculenta e
saborosa... 





Eram horas de descansar... era já perto da meia-noite e,
no dia seguinte, esperava-nos um "esticão" de mais de 500 kms até Salamanca.



















________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Carlospira em Dom Set 04 2016, 23:11

Boas amigo João,

Palavras para quê ????!!!!

FANTABULÁSTICO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Mais um Mérito para a continuação...

Abraço

________________________
CARLOS PIRES
Mama Sumae !!
avatar
Carlospira
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

FERIAS MOTOTURISTICAS EM ESPANHA: PARTE VI

Mensagem por JOAO5907 em Dom Set 11 2016, 18:24





De Frias de Albarracín a Salamanca


19.08.2016






















Os cerca de 500 kms a percorrer fizeram-nos sair cedo de Frias de Albarracín ... seriam pouco mais das 08:00 quando "levantámos ferro" e nos fizemos à estrada.





Quer o gps que o google maps me diziam que o melhor era voltar atrás a Cuenca e depois subir em direcção a Madrid, Ávila, ... mas não o quis fazer para não repetir estradas ou "calcar caminho" como se costuma dizer.





Assim, fiz o mais difícil ... dirigi-me bem ao interior da Serra de Cuenca e Albarracín e fui por estradas onde... não me cruzei com ninguém e houve ocasiões em que pensei se, na próxima curva da estrada, ela não iria acabar mesmo, fazendo-me voltar atrás e dando razão ao teimoso do GPS. 樂










Mas conseguimos chegar a Molina de Aragón, depois de mais de 100 kms com o "coração nas mãos" e "ai ai ai... que é agora que o gps me vai mandar inverter o sentido.





Uma breve paragem para um café e uma não mais longa conversa com uns ciclistas (fomos acompanhados e cruzámo-nos com alguns naquelas estradas "esquisitas") e depois seguimos pela N 211 até apanharmos a E90 para Madrid.





Não atravessámos o túnel da Serra de Guadarrama preferindo ir pela N-VI.


Houve momentos em que me arrependi de ter preferido não gastar os 2 ou 3€ de portagem quando a estrada se mostrava mais complicada com trânsito... quem conhece sabe que aquelas curvas e contra-curvas, quando se apanham pesados... mesmo para motos é difícil circular.





No entanto, fizemos o percurso até San Rafael onde parámos para almoçar... e que haveria de ser o nosso almoço?... Isso mesmo: melão pois tá claro  !!!!! 





Uma paragem numa mercearia, "estabelecemo-nos" na esplanada ao lado e com umas cañas tratámos de almoçar.








Bom, chegámos a Salamanca cerca das 17:00 e coloquei o gps a procurar o Hotel Condal, de que é "sócio" o Elísio Ferreira, meu amigo do M&D e que nos reservou a suíte nupcial ... quem tem amigos assim não morre na cadeia. 



















Visita a pé à "baixa" da cidade (o hotel é a 400 mts da Plaza Mayor e de todos os monumentos importantes) onde o seu comércio fervilhava.










As principais marcas de roupa estão representadas e ocupam lindíssimos edifícios, bem conservados e de traça neoclássica que fazem desta "baixa" um enorme e monumental centro comercial.















































A Universidade Pontifícia

















Noite na Plaza Mayor onde jantámos umas tapas acompanhadas das inevitáveis cañas apreciando a beleza daquele lugar cheio de turistas e gente que parecia andar apenas a deambular.























E onde, de forma que me pareceu espontânea, se organizou um grupo de baile, ao som dum pífaro e tambor, dançando um tema popular espanhol.


















No dia seguinte íamos visitar as catedrais de Salamanca, a nova e a velha, que não tinhamos podido fazer dado o adiantado da hora a que chegámos.
















































Nas visitas que efectuámos, optámos sempre pela aquisição do audio-guia pois, como se costuma dizer, "o que é bom custa dinheiro" e, em minha opinião, as visitas aos monumentos podem ser muito boas ou óptimas.





É diferente estar diante duma capela, escultura ou quadro e simplesmente dizer que "é bonita sim senhor..." ou poder fazê-lo ouvindo a sua história. 

















































Estes dois monumentos são simplesmente fabulosos e merecem uma visita mais cuidada e demorada... ali mesmo prometi voltar com esse tempo disponível..





Bom, e depois da visita, lá viemos até Fuentes de Oñoro onde reabastecemos... nós e mais não sei quantas dezenas de portugueses, alguns emigrantes que iam de regresso aos seus países de trabalho.





Creio ainda que os nossos governantes não fizeram bem as contas ... é tanta gente a abastecer "do outro lado" que isto só se pode traduzir em prejuízo para "este lado"... 樂





Era quase meio-dia e ainda não tinha quaisquer planos para almoço ... propus à minha "pendura preferida" ir almoçar ao Folgosinho... "Já conheço" foi a resposta.





Huummm... "Gajo que é gajo a sério surpreende a sua gaja e leva-a a lugares que não conhece" foi o que pensei de imediato. 





"Não faz mal... levo-te a outro sitio que não conheces mas vais adorar"... mas ainda sem saber onde !!!! 





Com o decorrer dos kms na A25 fui mentalmente revendo sítios onde o poderíamos fazer sem grandes desvios no regresso a casa... e assim fomos parar à Praia Fluvial de Fagilde, lugar que me foi dado a conhecer pelos meus inestimáveis amigos de Mangualde, Fernando Santos e Francisco Vitorino, Presidente e Vice Presidente do Moto Clube daquela cidade.















































































































De volta à estrada, já com saudades de Espanha mas também de casa ... e como este sábado era dia de concentração de Góis, lancei o desafio à Ana: "Alguma vez estiveste numa concentração de motos?"...





A negativa da resposta deu-me a oportunidade de, mentalmente, percorrer o mapa de estradas virtual que sempre existe na minha desgastada memória e procurar a melhor forma de chegar a Góis.





E assim foi... já perto do final do dia, chegámos a Góis onde nem sequer parámos... fizemos uma passagem pelas ruas da vila, junto à concentração e rumámos, definitivamente, a casa.


























Tinham sido 7 dias intensos e estávamos com saudades de casa, da família e eu ainda do cão e dos gatos e esta foi uma boa maneira de encerrar esta semana de passeata.... 2439 kms que ficam nas memórias duma vida. 





Um enoooorme obrigado à minha companheira e pendura Ana, pela paciência, colaboração e ajuda nas escolhas, na organização e realização desta fantástica viagem.














































________________________
Dizem que há 2 tipos de motard's...os que caíram e os que hão-de cair .....
sobre mim : http://blogue-do-joao5907.blogspot.com/
avatar
JOAO5907
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Elisio FJR em Seg Set 12 2016, 12:18

JOÃO5907 ganhou mais 1 M - atenção que quem atingir os 400 M's passa a ser directamente vigilado pela Autoridade Tributária!!!!

________________________
MY LIFE IS A HELL!!!
avatar
Elisio FJR
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Rico Sousa em Ter Set 13 2016, 11:21

Como o prometido é devido "bou botare a classificaçon":
Tudo mto bem documentado, rabiscado e... pronto, merecido Mérito
ATT: como diz o Elísio, cuidado com a AT.

________________________

... e vamos com calma!
FJRico
avatar
Rico Sousa
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por mazevedo em Ter Set 13 2016, 12:37


Viagem a fazer muito belas essas estradas! Fixe

Gosto particularmente da tua K1200LT com kit K1600GLT ... Laughing Laughing

+1 Mérito para contribuir para a entidade tributária!

________________________
Cumprimentos,
MAzevedo

"Acorda arrependido mas não durmas com vontade! Fixe
avatar
mazevedo
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Carlospira em Ter Set 13 2016, 15:21

Boas,

Mesmo muito bom o relato e as fotos ( á excepção duma onde aparece uma espécie de ave de rapina com muito mau aspecto...Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy )
Ao nivel do que já é hábito...
Um abraço e mais um Mérito para a AT...

________________________
CARLOS PIRES
Mama Sumae !!
avatar
Carlospira
Zero à direita
Zero à direita


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÉRIAS MOTOTURÍSTICAS EM ESPANHA: Mérida - Zhara de la Sierra e Ronda - Granada - Cuenca -FRIAS DE ALBARRACÍN

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum