Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Pub
Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» [Novidade] Royal Enfield Himalayan, uma aventura “low cost”
por Serzedo Hoje à(s) 10:30

» Rota dos Balcãs - 2017
por Vítor Soares Qua Dez 13 2017, 20:27

» Outono no Gerês
por JCTransalp Qua Dez 13 2017, 12:43

» [Revista] YAW - a primeira publicação, alimentada a gasolina.
por Serzedo Seg Dez 11 2017, 18:25

» Evento de Natal do M&D dias 2 e 3 de Dezembro Actualizado 01/11/2017
por carlos lopes Sex Dez 08 2017, 13:26

» [Legislação] Conduzir motas aos 14 anos...
por nunomsp Qui Dez 07 2017, 12:24

» [Novidade] MV Agusta Turismo Veloce - 2018
por LoneRider Sex Dez 01 2017, 18:14

» [Notícia] Moto Clube do Porto distinguido pela FIM
por LoneRider Sex Dez 01 2017, 18:05

» [Ocupar tempo] Fazer réplicas de motas em papel
por Serzedo Qui Nov 30 2017, 12:43

» 2017 - Normandia e Vale do Loire
por hugo machado Qua Nov 29 2017, 09:28

» Serra da Estrela - Cores de outono
por carlos lopes Ter Nov 28 2017, 21:18

» [Entrevista] André Pires - GP Macau & Isle of Man TT
por carlos lopes Seg Nov 20 2017, 20:41

» De Moura a Baucau "Out of the Box"
por Espsanto Sex Nov 17 2017, 21:53

» Caminito D´Del Rey
por Espsanto Ter Nov 14 2017, 19:31

» N2 Aljustrel a Pedrogão Grande
por Joao Luis Seg Nov 13 2017, 22:39

» [Notícia] Fim da revista Motociclismo?
por Serzedo Seg Nov 13 2017, 16:56

» [Novidade] Yamaha Tracer 900 GT - 2018
por piratao Dom Nov 12 2017, 20:42

» [Novidade] Agora o Motos & Destinos também no Topic'it
por Espsanto Sex Nov 10 2017, 23:11

» [Notícia] Miguel Oliveira vence Grande Prémio da Austrália
por carlos lopes Ter Nov 07 2017, 20:29

» De Lisboa a Sagres pela Costa Vicentina
por Nfilipe Dom Nov 05 2017, 15:34

» PARQUE NATURAL DE SOMIEDO - Viagem de Verão
por Espsanto Sex Nov 03 2017, 23:31

» AJUDA PARA CASTANHEIRA DE PERA
por Panzer Tank Dom Out 29 2017, 13:51

» O Caminho de Mota para a India
por Joao Luis Dom Out 29 2017, 10:03

» 3 dias pelo Alto Alentejo e Beira Baixa
por LoneRider Sex Out 27 2017, 19:20

» Viagem a Évora na nova (usada) mota
por Cesar Filipe Sex Out 27 2017, 19:15

» O regresso a Monsanto
por Cesar Filipe Qua Out 25 2017, 00:38

» TRAVELER´S EVENT
por banglentininkas Seg Out 16 2017, 10:22

» Costa Alentejana
por Pedro Rodrigues Qui Out 12 2017, 00:11

» Volta ao Mundo de Francisco Sande e Castro
por Espsanto Ter Out 10 2017, 22:07

» Redescobrindo o Brasil
por Espsanto Ter Out 10 2017, 21:54

» 2017 - Milão/Stelvio/Dolomitas/Liubliana/Verona
por Espsanto Ter Out 10 2017, 21:27

» Uma Viagem ao Centro do Mundo...
por Joao Luis Seg Out 09 2017, 13:55

» Exposição de motas antigas - Matosinhos
por Serzedo Qui Set 28 2017, 09:44

» [Notícia] Mig44 foi 2.º no GP de Aragão
por Serzedo Seg Set 25 2017, 09:40

» BOA NOVA
por Serzedo Qui Set 21 2017, 14:20

» BMW CKLT Jantar das Terças Feiras By João Luis
por Joao Luis Ter Set 19 2017, 22:42

» [Notícia] Ana Carrasco é primeira mulher a vencer num Mundial
por carlos lopes Seg Set 18 2017, 21:54

» picos da europa 2017
por Carlospira Qua Set 13 2017, 21:46

» [Notícia] Federação de Motociclismo oferece árvores
por Serzedo Qua Set 13 2017, 09:40

» Casamento Nádia & Fábio
por Serzedo Ter Set 12 2017, 20:34

» No Cabo de Gata
por Saulo wds Seg Set 11 2017, 12:45

» como transportar moto do brasil para portugal
por luisfilipe Sex Set 08 2017, 22:00

» Mais do mesmo... mas diferente: Tomates aos Picos!
por Joao Luis Qua Set 06 2017, 18:16

» De Lisboa aos Picos da Europa (4 dias)
por diariodoviajante Seg Ago 28 2017, 11:53

» 4 dias por Toledo, Segóvia e Ávila
por diariodoviajante Seg Ago 28 2017, 11:50

Tempo
Al!ve FM

Quarta-feira das 21h às 24h Burn - A hora dos motards

Mapas
Flux RSS


MSN 
AOL 


Doação por Paypal

Passeando pela Suíça - 2012

Página 24 de 27 Anterior  1 ... 13 ... 23, 24, 25, 26, 27  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Simone em Seg Dez 24 2012, 00:25

Fantástica partilha e cheia de humor!! eheheh Very Happy
Gostei!!! Wink

Mérito
avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Gracinda Ramos em Sab Dez 29 2012, 13:22

30 de Agosto de 2012 – continuação

Ainda fui matar saudades da catedral de Bruxelas… coisas de quem tem uma nova máquina na mão e se põe a pensar “da ultima vez que aqui estive não tinha uma máquina fantástica como esta por isso não posso deixar de lá ir tirar uma ou duas fotos mega-pixeladas!” e lá fui!



Um lindo edifício gótico do séc., XIII dedicado a Saint-Michel et Sainte-Gudule, lindo, imponente e com uma luminosidade misteriosa, tão característica no estilo!



Sainte-Gudule é uma santa do séc. VIII, é a padroeira da cidade e as suas relíquias estão na catedral!



É considerada simbolicamente a primeira catedral da Bélgica e lá se fazem casamentos, batizados e funerais reais! Podem-se ver fotos dos eventos em exposição na entrada do edifício!



O edifício é imponente, sobre uma zona alta da cidade, tudo domina!



Quem sai da catedral, anda um bocadinho e chega logo ao topo do Mont des Arts! Um jardim que tem uma história feita de vontades e projetos que nunca se realizaram até ao fim, até acabar num jardim definitivamente!



Cada vez que volto a uma cidade gosto de a olhar de perspetivas diferentes! Não faz sentido voltar ao mesmo sítio para ver as mesmas coisas pelas mesmas perspetivas! Bruxelas é uma cidade muito bonita que parece crescer aos meus olhos cada vez que a visito, simplesmente porque descubro um pouco mais de si! Há um momento em que parece que a descubro pelas costas, pelo lado que ninguém vai, ninguém vê e é isso que me faz gostar de lá voltar!



Ainda passei por mais uma ou duas igrejas mas nem tudo o que é igreja é para ver de uma vez! Não há pachorra para todas!

Passei pela Église Royale de Sainte Marie do séc. XVIII, que nunca me desperta tanto interesse como estilos anteriores, embora seja interessante pelos revivalismos que combinam influências de estilo bizantino e românico!



Siga para a frente e pimba, outra igreja no meio da rua!

A Église Notre-Dame de Laeken, Uma fantástica construção neogótica do séc. XIX, que eu também não fui visitar!



E fui passear para o Atomium!



Aquela construção sempre me fascina, pela dimensão, pelo insólito… tem 103 metros! É qualquer coisa!



Da última vez que lá fui, em 2009, subi e almocei no restaurante que fica numa qualquer daquelas bolas! Foi giro! Mas desta vez não voltei a subir, apenas apreciei o “boneco” de todos os ângulos e continuo maravilhada com a coisa!



Foi construído em 1958 para a Expo daquele ano, como uma construção efémera para durar apenas 6 meses, mas acabou por lá ficar para sempre, tal foi o seu sucesso!



Pensar que ali dentro daquelas bolas, há gente, que percorre os corredores entre elas, pelos tubos que as ligam!







The Heysel Exhibition Park permanece como muitos dos edifícios construídos na época para a exposição!



Acho que é impossível ficar-se indiferente a tal construção, que não é edifício, nem monumento, nem escultura… e é tudo isso ao mesmo tempo!



Bruxelas sem Atómium seria como Paris sem torre Eiffel!



Era hora de seguir e a minha motita desenhava uma série de números repetidos por grupos de 222, 555 e 000! Criativa a miúda!



E passei em Namur, uma cidade que merecia um pouco mais de sol para ser apreciada!



Com uma clina encimada por uma cidadela! Claro que fui curtir a ruínha ziguezagueante!



Lá em cima não há nada de especial, sobretudo para mim que não me apetecia fazer visitas detalhadas a muralhas, castelos ou cidadelas!



Lá fica o Théâtre de verdure (teatro de exterior) da cidade. Já fez um século e já recebeu todo o tipo de espetáculos de ópera a bailados, agora é usado para concertos!



Mas o que eu queria mesmo era olhar cá para baixo!



A cidade fica na confluência de dois rios, como Koblenz, o rio Meuse e o Sambre. Fiquei sem saber qual dos dois eu via dali!



Acho que nas voltas que dei lá em cima, se calhar vi os dois rios mas pensei que era sempre o mesmo!



Acabei por ficar por lá uma infinidade de tempo a olhar para a cidade. Não me apetecia embrenhar nela, apenas olha-la!



Lá tive de voltar para baixo e encontrei uma monstruosidade a circular na via pública! Fiquei quase chocada!! Aquilo era uma moto ou um camião Tir com reboque?



Passei na catedral e fui dar uma olhada. A Catedral de St. Auban, do séc. XVIII, é uma passagem de estilos entre o barroco e o neoclássico, mas pela forma exterior devia ter uns tetos fantásticos! Fui ver!



E tinha mesmo!



E uma cúpula espantosa também!



Com um passarinho lá em cima na reentrância! (Ok, deve ser uma pomba e não um passarinho qualquer!)



E pus-me a andar dali, que a falta de sol já estava a chatear-me! Ele estava mais à frente à minha espera!



Passei em Zoutleeuw, que a fome estava a apertar e aquilo tinha ar de ser interessante, pois a comida estava mesmo na berma da praça, com carros assadores de frango! Até salivei!



Mesmo atrás do assador tinha uma construção que me interessava visitar por dentro.



Era a igreja de St Leonard, um edifício gótico com uma forma bizarra, quem olha de fora!

Comi a perninha de frango ali mesmo, sentada na praça, como quem come pipocas! Parecia o Asterix a comer uma perna de javali! Um bela ideia vender o frango às peças, com batatinha assada a acompanhar e uma cervejola fresquíssima, que na carripana não faltava nada para satisfazer uma cliente esfomeada, já que a tarde ia longa e eu ainda não comera!

E lá fui, de barriga cheia ver a igreja por dentro, pois então!





Aquele altar altíssimo e trabalhadíssimo fascinou-me! Chamam àquele trabalho “sacramentstoren” ou “torre do sacramento”, é do séc. XV e tem nove andares! É praticamente uma escultura gigante em pedra!





Confesso que visitei a igreja ainda com a cabeça no delicioso franguinho que comera lá fora! Mas a igreja era muito bonita, o senhor que tomava conta dela disse-me que ela é Património Mundial.





E segui para Hasselt, pois ainda era cedo para ir para Liege!



Hasselt é uma cidade em que é muito mais fácil caminhar que conduzir! O pior é encontrar onde pousar a moto para poder caminhar! Quando dei por mim já andava em contramão, com os automobilistas muito simpáticos e solícitos a esperar que eu desse a volta para seguirem o seu caminho! Gente simpática!

A Cathédrale Saint-Quentin de Hasselt vi-a de fora, porque estava fechada, mas tive pena, pois por muitas que tivesse visto aquela era diferente. É românica e é diferente!



Embora já com elementos góticos! As janelas “em bico” não enganam ninguém!





Ainda bebi por ali qualquer coisa, dei dois dedos de conversa com gente que se impressionou com a minha motita!



Passei na câmara lá do sítio, que parecia ser o único recanto da cidade onde não havia gente!



O ambiente na cidade era vivo e cheio de movimento! Até as lojas estavam cheias de gente, algumas com montras bem coloridas. Parecia ambiente de Espanha!



Gente que se mistura com esculturas!





E a minha motita em cima do passeio a espantar olhos, pois não havia recanto onde a encostar!



E segui finalmente para Liege, onde a luta com o trânsito me tirou a vontade de andar nem que fosse mais um quilómetro! Enfiei-me na pousada de juventude e não buli mais!



Isto porque nada faltava por lá, comida, bebida e animação, por isso não precisei de ir mais longe!



Depois de umas boas gargalhadas… fui dormir, que a vida não é para ser vivida num só dia!



Fim do trigésimo segundo dia de viagem…


Última edição por Gracinda Ramos em Sab Dez 29 2012, 14:30, editado 1 vez(es)

________________________
Beijucas!   Olá


Viajar é mais assustador para quem fica do que para quem vai!
avatar
Gracinda Ramos
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


http://gracindaramos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Simone em Sab Dez 29 2012, 14:03

Sai mais um Big Mérito !!
Espectacular!! Smile

Obrigada Gracinda!
avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Gracinda Ramos em Sab Dez 29 2012, 15:11

E faltam 8 dias para chegar a casa! V

________________________
Beijucas!   Olá


Viajar é mais assustador para quem fica do que para quem vai!
avatar
Gracinda Ramos
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


http://gracindaramos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Simone em Sab Dez 29 2012, 15:33

@Gracinda Ramos escreveu:E faltam 8 dias para chegar a casa! V

Por um lado isso é fixe! Estarás de regresso! Smile
Por outro.. Oh a crónica termina. Crying or Very sad
Mas virão mais crónicas, passeios, histórias e muita beleza nas tuas fotografias!! Smile Palmas

Estou fascinada com as tuas memórias desta viagem!!
Um Muito Obrigada Gracinda!! Dar flor

avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Gracinda Ramos em Qua Jan 02 2013, 12:34

31 de Agosto de 2012

No dia seguinte a minha Magnifica tinha feito varias amigas!

Soube depois que os cavaleiros das outras meninas tinham ficado bom tempo a inspecionar a minha motita, queriam saber quem eu era, mas tal não foi possível porque eles deitavam-se muito tarde e levantavam-se igualmente tarde, por isso nunca nos cruzamos! Eram ingleses e deviam ter muita vontade de correr os bares até às tantas, enquanto os meus interesses eram outros, o que provocou sempre o desencontro!



Ali pertinho de Liege fica Maastricht! Há tanto tempo que eu tinha curiosidade de visitar a terra do tão famoso tratado de 1992! Foi daqueles nomes que, de tão repetido, ficou na minha memória para visita futura, salvaguardando sempre a hipótese de ser uma cidade sem qualquer interesse ou beleza!

As minhas vizinhas de quarto diziam que era muito mais interessante que Liege, por isso fui dar uma olhada! Afinal é uma das cidades holandesas mais antigas!



Fui recebida pela Basílica de St. Servatius, uma construção basicamente românica com mistura de estilo gótico. Estava fechada e tive pena pois deve ser bonita e diferente lá por dentro, depois é a mais antiga da Holanda que tem a sua origem lá pelo séc. III, com remodelações e reconstruções posteriores em pedra até ao aspeto atual… merecia mesmo uma visita!



Achei curioso o portal que leva para o pátio! Em cada país os estilos adquirem características únicas!



Do outro lado fica a igreja de St. Janskerk, gótica do séc. XIII, uma igreja protestante com uma torre vermelha. Dizia num placard “The Church of England” St Jean Maastricht, que é o seu nome em ingles, claro!



Faltou um pouco de sol para apreciar calmamente o ambiente sereno que sentia por ali!



Por entre as igrejas chega-se à Praça Vrijthof, que não tinha ninguém mas exibia vestígios de festa!



O ambiente mantinha-se sereno, como se toda a gente estivesse noutro lugar, já que por ali não havia quase ninguém à vista! Ou então estava tudo a dormir depois da festa que eu não vi!





também era muito cedo para festas por isso ía aproveitando para catar um pouco a cidade velha.



As ruínhas são deliciosas por ali, percorri diversas, todas bonitas, estreitas, limpas e pitorescas!





Aquilo prometia vir a ter um ambiente animado mais à tarde!



E cheguei ao rio Maas que atravessa a cidade.



Andei mais umas ruelas



e encontrei onde toda a gente se ia juntando, embora àquela hora da manhã o movimento ainda estivesse a começar!



Eu adoro feiras! Então em cidades desconhecidas é que eu gosto, pois mostra muito do que é um povo! Ali o povo era animado! A princípio ficavam a olhar para mim, diga-se de passagem que eu nem a cinta tirara, nem as luvas, apenas pusera o chapéu e andava por ali armada numa espécie de guerreira bizarra, já que uso a cinta por fora do blusão, para não me massacrar a pele!

Depois eu sorria, disparava uma foto e dizia “Good Morning”! E as pessoas sorriam também!

A dada altura eu também já dizia “Guten Morgen”, pois me parece que é parecido com o “bom dia” flamengo! Very Happy

A feira passava-se mesmo em frente à rathaus da cidade, o edifício do séc. XVII presidia a tudo ao fundo!



Aquela era uma feira muito parecida com as nossas e quase me senti em casa!

Achei um piadão à feirante gordinha e bonacheirona numa escultura lá no meio da confusão!





Então cheguei a uma igreja que me encheu todas as medidas! Entrei ali e nunca mais quis sair!



Uma Igreja gótica do séc. XIII linda…



Mas na realidade é a Selexyz Dominicanen e está instalada na igreja desde 2006! A livraria mais bonita do mundo, dizem eles e eu concordo que é uma das mais bonitas que conheço!

A Selexyz é uma das maiores cadeias de livrarias da Holanda e resolveu inovar ao abrir uma das suas filiais numa antiga catedral dominicana com 7 séculos, bem no centro de Maastricht.



No altar funciona o café e a galeria de arte!



E os tetos e as paredes estão ali, ao alcance da mão, do olhar, por entre livros!





De um lado da nave fica a escadaria, com elevador incluído, que nos permite subir por 3 níveis de estantes, até tão perto do teto!



E lá de cima pode-se ver melhor como ficou o altar, com o barzinho montado, onde as pessoas se podem sentar em torno de uma mesa em forma de cruz! Lindo!



Eu nunca tinha estado tão perto do topo de um edifício gótico e fascinei-me!





Simplesmente não conseguia ir embora, nem parar de fotografar!



Espreitei em todos os ângulos…



e deslumbrei-me!





Tenho de reconhecer que, se existisse uma coisa destas no Porto, provavelmente passaria lá os meus dias!



E voltei a passar pela Praça Vrijthof para ir buscar a minha motita.



Pormenores de uma casa de instrumentos musicais!



E sempre que vejo um chapeleiro não resisto a ir espreitar!



Mas não tinha nada do meu agrado!



E lá estava a minha motita à minha espera! O tempo piorava e eu pus-me a andar, com uma livraria na memória!



(continua)


Última edição por Gracinda Ramos em Qua Jan 02 2013, 13:29, editado 2 vez(es)

________________________
Beijucas!   Olá


Viajar é mais assustador para quem fica do que para quem vai!
avatar
Gracinda Ramos
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


http://gracindaramos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Simone em Qua Jan 02 2013, 12:49

Olá! Wink
Sai o primeiro mérito do ano! Fixe
Bom Ano e muitos km´s para ti e tua Ninfa!! Beber
avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Carlos Balio em Qua Jan 02 2013, 14:18

Ora vamos lá começar o ano a distribuir um Big Mérito para esta fabulosa crónica.
Obrigado, e claro faxavor de continuar Very Happy
Abraço
avatar
Carlos Balio
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Elisio FJR em Qua Jan 02 2013, 14:40

Fiquei com vertigens!!!!!!!!!!!!!

Mais 1 M

________________________
MY LIFE IS A HELL!!!
avatar
Elisio FJR
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Gracinda Ramos em Qua Jan 02 2013, 18:26

O resultado de demorar tanto tempo a contar tudo o que foi esta viagem é que já escrevo cheia de saudades e espanto por tudo o que recordo!

Estou a chegar ao fim, faltam apenas meia duzia de dias para chegar ao ponto de partida... Crying or Very sad e eu tenho pena pois queria partir outra vez! Crying or Very sad

________________________
Beijucas!   Olá


Viajar é mais assustador para quem fica do que para quem vai!
avatar
Gracinda Ramos
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


http://gracindaramos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Gracinda Ramos em Sab Jan 05 2013, 02:34

31 de Agosto de 2012 - continuação

O tempo estava a puxar para ficar uma bosta, mas em viagem não se escolhe tempo para sair! Aliás eu não escolho nunca o tempo para sair de moto, já que saio todos os dias, quer chova ou faça sol!

Por isso só me restava seguir para Dinant ou ficar encolhida na pousada em Liege a ver coisa nenhuma! É claro que passei em Liege, porque ficava no meu caminho, e segui para Dinant, uma cidade que me andava a chamar a atenção pelas imagens imponentes da sua catedral descomunal junto do penhasco!

A aproximação à cidade faz-se passando pela fenda deixada entre o penhasco e uma agulha de pedra.
Há uma lenda sobre aquela agulha enorme que se formou ali, sobre um cavaleiro e um cavalo mágico que, ao fugir de Carlos Magno saltou do penhasco, deu uma patada na escarpa e ela abriu-se formando aquela agulha. A verdade é que os carros mais largos têm de passar com cuidado por ali!



Mais à frente fica a cidade, uma pena que não estivesse sol! Estacionei do outro lado do rio Meuse para observar melhor o conjunto monumental que a imponente catedral faz no conjunto urbanístico, com o alto penhasco atrás! Lindo!



A catedral é dedicada a Notre Dame está tão próxima do penhasco, que é encimado por uma cidadela, que quase se confunde com ele! Temos a sensação de que o topo da sua torre chega lá acima ao forte! Realmente é um conjunto memorável!



Atravessa-se depois a ponte cheia de saxofones decorados em honra de uma série de países, julgo que todos os países da Comunidade Europeia!

Saxofones porque afinal não nos podemos esquecer que Dinant é a terra natal de Adolph Sax, o senhor que inventou o saxofone no séc. XIX, e assim até entendemos melhor o nome do instrumento! Very Happy



claro que a bandeira portuguesa me saltou logo aos olhos, no meio de todas as outras!



Lá estava ela entre os saxofones de dois países que não eram o nosso!



O nosso estava mais à frente e, como seria de esperar, estava decorado com o mapa mundi, fomos representados como navegadores!



O rio é o mesmo que passa em Maastricht, só que em flamengo chamam-lhe Mass! Passa também em Liege! É grande para caramba, quase 1000 quilómetros de rio!



E lá estava a catedral com a sua torre encimada por uma espécie de coruchéu, que parece um chapéu!



Aquela catedral já sofreu de tudo! Já foi vítima da destruição de sucessivas invasões, guerras e incêndios que frequentemente varreram a cidade destruindo tudo em seu caminho.



A primeira igreja foi construída no início do séc. XII, depois foi um “bota abaixo” e reconstrói, desde desabamentos do penhasco atrás, que levavam consigo parte da construção, que originou a construção gótica, até a destruição da cidade por Carlos, o Temerário, que destruiu tudo e atirou os seus habitantes ao rio!



Depois a catedral voltou a ser destruída na primeira guerra e, mal tinha sido reconstruida, voltou ao chão durante a segunda…se juntarmos a isto tudo a história de agua que por ali existe, a cada vez que o rio transborda e alaga tudo, temos de ter uma grande admiração e respeito pelo edifício, como se de uma pessoa heroica se tratasse!



E ela é diferente e única!





Única por dentro e por fora!



Mesmo ao lado há um teleférico para subir até ao forte, no topo do penhasco. Com o tempo chuvoso não apetecia estar a vestir o fato de chuva para ir dar a volta pela estrada, subi direta pelo teleférico e, já que o bilhete incluía a visita ao forte, iria também visita-lo!



E mesmo sem sol as perspetivas da cidade sucediam-se espantosas!



Lá em cima um velhote simpático esperava os visitantes para fazer a visita guiada. Foi uma agradável surpresa porque ele era muito engraçado e falava varias linguas, por isso entendia-se perfeitamente tudo oque explicava! Fiquei a saber imenso sobre a história da cidade e do país!



A "Citadelle” tem origem no séc. XI e fica a 100 metros de altitude, sobre o Rocher Bayard, com uma vista única sobre toda a Cidade.





Então de um terraço voltamos a ver a cidade, numa perspetiva extraordinária!



E o rio









Coisas curiosas que estão no forte: estes barrotes suportaram a primeira ponte de Dinant construída pelos monges no séc. XI. Foram retirados da água em 1952, o que quer dizer que estiveram submersos 900 anos! E ainda a gente acha que a madeira apodrece rapidamente com a água!



A outra curiosidade que adorei, foi uma réplica de uma trincheira bombardeada, isto é, criaram ali o ambiente de uma trincheira que ficou toda torta, depois de receber umas bombas em cima!



Quando o senhor explicou aquilo eu pensei que iriamos ver mais um recanto com bonecos a exemplificar o que se passaria na situação. Mas o que me/nos esperava era algo curioso!



Ao criarem a trincheira bombardeada e torta para um lado, criaram na realidade uma ilusão optica, em que a gente tenta andar direita e não consegue, porque tudo está torto!

Agarramo-nos às paredes e aos corrimões como tolinhos e parece que vamos cair mesmo assim!



Na realidade a nossa posição vertical fica comprometida pois tentamos forçar-nos a andar paralelos às paredes que estão inclinadas!



Foi uma alucinação! Então fecho os olhos e saio dali, porque com os olhos fechados não vejo a casa torta por isso ando direita! Mantenho-me facilmente na vertical e fico a rir-me e a apreciar a figurinha de tolinhos dos outros a tentarem andar inclinados como a trincheira! Uma experiencia que só experimentando se percebe a baralhação que é para o cérebro!



A guerra passou por ali e há lá em cima mais um cemitério militar!



E voltei a descer o teleférico!







E segui para Bouillon, que também tem um castelo mas, honestamente, não me apetecia ver mais fortes, nem castelos nem cidadelas!



Por isso olhei para ele cá de baixo mas fui mas é fazer um pic-nic que o tempo estava ligeiramente melhor e eu queria mas era paz e paisagem!

Na margem do rio Semois havia um clima tão agradável que decidi ficar-me por ali.



(continua)


Última edição por Gracinda Ramos em Sab Jan 05 2013, 02:56, editado 1 vez(es)

________________________
Beijucas!   Olá


Viajar é mais assustador para quem fica do que para quem vai!
avatar
Gracinda Ramos
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


http://gracindaramos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Simone em Sab Jan 05 2013, 02:52

Belíssima partilha!! Smile
Obrigada!
avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Carlos Balio em Seg Jan 07 2013, 09:04

Mais um belo pedacinho deste Grande passeio...
Obrigada
avatar
Carlos Balio
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Gracinda Ramos em Seg Jan 07 2013, 21:48

31 de Agosto de 2012 – continuação da continuação

Bouillon em português chama-se Bolhão e, embora se escreva com um “o” faz-me sempre lembrar o nosso mercado do Bulhão no Porto! Em francês quer dizer caldo, sim, caldo de sopa mesmo!

Deu-me a preguiça e a saudade junto àquele rio, a viagem estava a acabar e eu queria continuar! Então decidi passar momentos de paz e natureza… eu não sabia quando voltaria a viajar e o peso dessa incerteza fez-se sentir ali! Não quis ver castelo nem cidade, apenas rio e verde!

A cidade é conhecida como a “pérola do Vale Semois” e tem um castelo medieval mas eu fiquei-me pelo rio. Fiz um pic-nic meio à chuva, num banco de jardim, a ver os pescadores a esconderem-se da chuva nos carros, para depois voltarem às suas canas, quando ela parou!

Eu tinha o chapéu e o guarda-chuva, não havia porque fugir da chuva, “pic-niquei” muito bem debaixo dela!

A Pont de Cordemoy permite enquadramentos extraordinários com o rio e as margens verdes! Foi a minha paisagem por horas…







E porque a ponte me fascinava ainda passeei por ali calmamente! Chamam-lhe ponte gótica mas foi construída em 1935, por isso será neogótica!





O castelo estava lá ao fundo a “olhar para mim” mas eu só o queria ver por fora!



E o sol voltou alegrando grandemente o meu dia… e o das vaquinhas também!



Não falta onde acampar ou pousar uma roulotte por ali, num local privilegiado!



E lá acabei por subir até ao castelo, apenas para ver como era a paisagem cá de baixo, vista lá de cima e lá estava a ponte gira!



E a encosta do castelo numa perspetiva gira!



Andava por ali tudo cheio de miudagem, uma excursão escolar de garotos pequenos que, por aqueles dias, as aulas já tinham começado por lá para os pequenitos!



O castelo não me conseguiu seduzir para eu o visitar! A bem dizer eu preciso de ter disposição para fazer uma visita guiada porque, na realidade, não gosto! Não gosto de ter de ouvir o que me querem dizer, nem de andar ao ritmo de todo um rebanho de pessoas, nem de não poder fazer muitas perguntas, pois nem toda a gente quer saber o mesmo que eu! Sou muito rápida nas minhas visitas e quando há um guia, tudo é lento e ao seu ritmo!



Por isso tirei umas fotos cá para baixo e fui-me embora!





Passei por Durbuy, com o seu jardim de topiaria, publicitado a quilómetros, mas que já estava fechado quando passei!



A terrinha é simpática para se passear a pé, pernoitar lá, num qualquer hotel romântico… É frequentemente considerada como a cidade mais pequena do mundo, embora não se tenha muita certeza! Que é pequena é, pois eu dei uma volta e sai do outro lado!



Estava na hora de voltar para Liege, mas ainda passei por Coo, por caminhos cheios de encanto!





Eu sabia que Coo tinha umas cataratas interessantes, bem pertinho da população, e não é que ao chegar as ouvia mas não as via!



Só depois percebi que estava em cima delas! Eu teria de descer para as poder ver! Um recanto de lazer muito interessante com caminhos curiosos e parque de diversões… que estava fechado, claro!



E lá estavam elas!



A Cascade de Coo, são as cataratas mais importantes do país! Têm 15 metros de altura e são espetaculares!



A rua principal passa-lhe exatamente por cima !



O parque de diversões fica mesmo ali, com carroceis, cafés, esplanadas e uma ponte coberta!



Tirei mais uma ou duas fotos e fui para casa!



Apreciando ainda a beleza do rio Amblève, ali onde se fazem também desportos náuticos mais radicais !



E o sol ainda veio fazer-me companhia até Liege !



Foi o fim do trigésimo terceiro dia de viagem !



Última edição por Gracinda Ramos em Ter Jan 08 2013, 18:26, editado 1 vez(es)

________________________
Beijucas!   Olá


Viajar é mais assustador para quem fica do que para quem vai!
avatar
Gracinda Ramos
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


http://gracindaramos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Simone em Seg Jan 07 2013, 22:31

Mais um mérito! Smile Olá
avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Zecacbr em Ter Jan 08 2013, 14:56

Gracinda boas!

Eu costumo dar os méritos aos pares, mas desta vez atrasei-me e pumba, com a continuação da continuação vou ter de dar 3 big Mérito duma só vez!

Neste "Passeando pela Suiça" de 2012, que já vai na Bélgica, pus-me a pensar, que tamanho irá ter um "Passeando por Portugal" de 2013!

Abraço!

José Carlos

avatar
Zecacbr
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por alexybr em Ter Jan 08 2013, 17:22

Mais um Mérito

Magnificas paisagens.

Até me arrepio aoo ver estas imagens LINDASSSSSSSS

________________________
Abraço!

Alex
YBR 125cc
avatar
alexybr
Zero à esquerda
Zero à esquerda


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Gracinda Ramos em Ter Jan 08 2013, 18:30

@Zecacbr escreveu:Gracinda boas!

Eu costumo dar os méritos aos pares, mas desta vez atrasei-me e pumba, com a continuação da continuação vou ter de dar 3 big Mérito duma só vez!

Neste "Passeando pela Suiça" de 2012, que já vai na Bélgica, pus-me a pensar, que tamanho irá ter um "Passeando por Portugal" de 2013!

Abraço!

José Carlos


Obrigada!

Um "Passeando por Portugal" nunca tem direito a crónica! Vou catando e vou fazendo álbuns no meu blogue e é tudo! Porque o nosso Portugal eu conheço muito bem e a necessidade de crónica não é tão grande pois não há tanto receio de me esquecer do que vi e encontrei! Por isso não faço crónicas do nosso país, até porque, se fizesse, estaria sempre a contar mais qualquer voltinha que dei!

________________________
Beijucas!   Olá


Viajar é mais assustador para quem fica do que para quem vai!
avatar
Gracinda Ramos
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


http://gracindaramos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Gracinda Ramos em Ter Jan 08 2013, 18:31

@alexybr escreveu:Mais um Mérito

Magnificas paisagens.

Até me arrepio aoo ver estas imagens LINDASSSSSSSS

Obrigada!

Dificil é escolher que imagens colocar por aqui, pois são tantas e com tantas recordações...

________________________
Beijucas!   Olá


Viajar é mais assustador para quem fica do que para quem vai!
avatar
Gracinda Ramos
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


http://gracindaramos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por alexybr em Ter Jan 08 2013, 18:48

@Gracinda Ramos escreveu:
@alexybr escreveu:Mais um Mérito

Magnificas paisagens.

Até me arrepio aoo ver estas imagens LINDASSSSSSSS

Obrigada!

Dificil é escolher que imagens colocar por aqui, pois são tantas e com tantas recordações...

Pois imagino...

Maravilhoso V V

________________________
Abraço!

Alex
YBR 125cc
avatar
alexybr
Zero à esquerda
Zero à esquerda


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Zecacbr em Ter Jan 08 2013, 19:00

@Gracinda Ramos escreveu:
@Zecacbr escreveu:Gracinda boas!

Eu costumo dar os méritos aos pares, mas desta vez atrasei-me e pumba, com a continuação da continuação vou ter de dar 3 big Mérito duma só vez!

Neste "Passeando pela Suiça" de 2012, que já vai na Bélgica, pus-me a pensar, que tamanho irá ter um "Passeando por Portugal" de 2013!

Abraço!

José Carlos


Obrigada!

Um "Passeando por Portugal" nunca tem direito a crónica! Vou catando e vou fazendo álbuns no meu blogue e é tudo! Porque o nosso Portugal eu conheço muito bem e a necessidade de crónica não é tão grande pois não há tanto receio de me esquecer do que vi e encontrei! Por isso não faço crónicas do nosso país, até porque, se fizesse, estaria sempre a contar mais qualquer voltinha que dei!

A ideia era,is fazendo uma analogia ao "Passeando pela Suiça" que chegou á Belgica, Luxemburgo, Alemanha, etc. incluir Espanha, franca, Itália etc num "Passeando por Portugal", eh eh eh
avatar
Zecacbr
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Gracinda Ramos em Ter Jan 08 2013, 19:04

@Zecacbr escreveu:
@Gracinda Ramos escreveu:
@Zecacbr escreveu:Gracinda boas!

Eu costumo dar os méritos aos pares, mas desta vez atrasei-me e pumba, com a continuação da continuação vou ter de dar 3 big Mérito duma só vez!

Neste "Passeando pela Suiça" de 2012, que já vai na Bélgica, pus-me a pensar, que tamanho irá ter um "Passeando por Portugal" de 2013!

Abraço!

José Carlos


Obrigada!

Um "Passeando por Portugal" nunca tem direito a crónica! Vou catando e vou fazendo álbuns no meu blogue e é tudo! Porque o nosso Portugal eu conheço muito bem e a necessidade de crónica não é tão grande pois não há tanto receio de me esquecer do que vi e encontrei! Por isso não faço crónicas do nosso país, até porque, se fizesse, estaria sempre a contar mais qualquer voltinha que dei!

A ideia era,is fazendo uma analogia ao "Passeando pela Suiça" que chegou á Belgica, Luxemburgo, Alemanha, etc. incluir Espanha, franca, Itália etc num "Passeando por Portugal", eh eh eh

Ui, se eu conseguisse juntar os tal 1.000 ou 2.000 € fazia um "Passeando por Portugal" que iria daqui até ao outro lado da Europa, podes crer! Laughing Laughing

________________________
Beijucas!   Olá


Viajar é mais assustador para quem fica do que para quem vai!
avatar
Gracinda Ramos
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


http://gracindaramos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Carlos Balio em Ter Jan 08 2013, 19:20

O que esta dupla magnifica nos proporciona...
Que mais se pode pedir? que continue para podermos viajar aqui!!!
Obrigada e lá vai o 793
Abraço
avatar
Carlos Balio
Já sai à rua a conduzir.
Já sai à rua a conduzir.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Gracinda Ramos em Qua Jan 09 2013, 00:58

1 de Setembro de 2012

Quando eu fiquei até mais tarde no paleio com o pessoal instalado na pousada foi a noite em que os meninos das motos foram para a cama cedo e não nos encontramos de novo! E escolheram mal a noite para ir cedo para a cama, pois estava linda! Fresca, mas linda!



Seria o dia da minha partida da Bélgica, depois de ter satisfeito a minha curiosidade por aquele país que parece tão esquecido de toda a gente e que, afinal, é tão bonito! Tenho consciência de que deixei muita coisa para ver, mas fi-lo a pensar que outras vezes lá passarei e não tenho necessidade de ver tudo de uma vez só! Depois, o que veria eu um dia que ali passe a caminho da Noruega, por exemplo? ;-)

O regresso à bela França fez-se em dois ou três passos, que desenhei alegremente no meu mapa!



Mas, como sempre, fui dar uma voltinha por Liege!
Eu já sabia que não era a mais bela cidade da viagem, mas nunca parto sem catar um pouco da cidade que me acolheu!

Uma das esculturas bem conhecidas de Liege “L'Envol” fica na margem do rio…



Liege não é uma cidade muito bonita mas é uma cidade cheia de história e a sua participação heroica na Primeira Guerra Mundial sempre despertou o meu interesse por ela! Às vezes tenho estas coisas, sinto as cidades como se fossem pessoas e Liége foi “quem” frustrou os planos da Alemanha, que planeava atravessar rapidamente a Bélgica, desrespeitando a sua neutralidade, para chegar França! Mas, contra todas as espectativas, a cidade simplesmente não deixou passar os alemães por quase duas semanas, obrigando-os a reforçar os ataques e aumentar os homens, para vencerem a resistência e passar!

Parte da minha visita à cidade foi acompanhada por uma vaca, que tinha uma corneta que mugia e umas tetas cor-de-rosa na barriga e tudo!



O que eu me fartei de rir, sem chegar a perceber o que fazia um homem vestido de vaca, no meio de um grupo de amigos vestidos à civil, pela cidade!



E, enquanto ele mugia por aqui e por ali, os amigos esperavam-no em grande plateia de gargalhadas e aplausos!



Como os pontos de interesse não eram muitos eu andava por ali de moto. Não compensa andar a pé à procura de pontos interessantes numa cidade, quando eles são poucos e dispersos! E apanhei-me numa monta, formando uma composição que me cativou esteticamente! Eu, quase abstrata!



E como nada de novo se apresentava, segui a “norma” habitual, procurar a catedral, pois aí fica o centro histórico… mas só havia mesmo a catedral e pouco mais!



Vá lá, o jardim junto à catedral, não era feio!



E já que não havia muito para ver, fui dar uma olhadela à Cathédral de Saint Paul, gótica do séc. XII e que só foi elevada a catedral no séc. XIX, depois de a anterior catedral, um edifício românico extraordinário, ter sido destruída anos antes, ninguém sabe porquê!





Lá dentro há uma escultura de S. João Batista que, segundo a placa explicativa, esteve numa igreja também desaparecida. A escultura é do séc. XVII, é barroca e, como é típico no barroco, é toda retorcida, panejamentos que esvoaçam e a mãozinha revirada para trás! Será que naquela época um homem seminu com a mãozinha retorcida daquela maneira para trás quereria dizer o mesmo que agora? Certamente que não… espero… ;-)





Aqueles tetos são espantosos! Quanto tempo terá demorado a pintar tudo aquilo?



Uma igreja muito bonita, com as luzes da manhã a fazer efeitos coloridos ao atravessar os vitrais!



Ainda dei uma volta mais, passei por outra igreja gótica, a Basilique de Saint- Martin.





Desci de novo até ao rio Meuse



e segui meu caminho passando por Mons, onde tive direito a assistir a um casamento!



Na realidade eu tinha preferido assistir à festa mesmo, que a comidinha é sempre melhor que a cerimónia!



Já que não teria direito a comer nadinha na festa, aproveitei a azafama do vai e volta dos funcionários e dos convidados para explorar a rathaus/câmara, onde se iria realizar a cerimónia!

Lá vinha a limusine com a noiva! O momento certo para eu me infiltrar!





A câmara é um edifício gótico lindíssimo que eu não contava poder visitar por dentro, pois a visita só é permitida para grupos e com guia e eu fui sozinha e sem ninguém!

Logo à entrada, depois de uma salinha tipo vestíbulo, fica a sala dos casamentos!



Lá em cima fica, entre outras salas, a Salle Gothique, linda!



E ao descer estava o casamento a entrar na Salle des marriages!



A noiva era gordinha, devia ser por isso que precisava de um carro tão grande para a transportar! ;-)



Depois há um túnel que passa por baixo da câmara e leva ao Jardin du Maïeur





O casamento continuava lá dentro, deve ser giro casar num edifício tão extraordinário!



Em frente a minha Magnífica tinha já um bando de amigas a seu lado!



Ainda andei por ali a dar uma volta, pois a Grand Place é sempre bonita em todas as cidades, e Mons não é exceção!





Mais à frente fica a Collégiale Sainte-Waudru, que me fez parar, pela sua imponência! É gótica, iniciada no séc. XV e nunca terminada!



Achei tanta graça à gárgula embrulhada e amarrada, lá em cima! Coitada, se se mexe enforca-se!



Os edifícios góticos belgas, chamados góticos Brabant, são de uma imponência diferente! Parecem sólidos, quase fortalezas!





Lá dentro está o Relógio-da-morte! Ainda fiquei a olhar para ele a ver se entendia como funcionava ou se me dizia algo de vida ou morte mas, pelo que percebi é simbólico apenas!



E lá ficou a Collégiale, imponente como um bloco de granito!



Segui o meu caminho e saí da Bélgica!



A França encantadora seguia-se no meu caminho, com estradas de prazer à minha espera!!



(continua)

avatar
Gracinda Ramos
Ainda é motorato!
Ainda é motorato!


http://gracindaramos.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Simone em Qua Jan 09 2013, 01:45

Olá!
Mais um belíssimo dia! Smile
Obrigada!


Mérito
avatar
Simone
Já conduz... mal!
Já conduz... mal!


http://martasimone.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passeando pela Suíça - 2012

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 24 de 27 Anterior  1 ... 13 ... 23, 24, 25, 26, 27  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum